SECRETARIA DE ESTADO DE EDUCAÇÃO E ESPORTE DO ACRE 

notícias

da

educação

Governo do Estado avança na formação de tradutores e intérpretes de libras

DSC 0386

Na semana em que se comemora do dia nacional do tradutor e intérprete de libras, a Secretaria de Estado de Educação e Esporte (SEE), por meio do Centro de Apoio ao Surdo (CAS), oferece uma formação para mais de trinta profissionais que já atuam na rede de ensino.

De acordo com a coordenadora do CAS, professora Socorro Rodrigues, a formação acontece por toda a semana, com a culminância na próxima segunda-feira, dia 31. Ela lembra que o dia nacional do intérprete é comemorado nesta quarta-feira, 26. Em todo o Estado já são 88 profissionais.

A coordenadora de Ensino Especial da SEE, Úrsula Maia, explica que o Acre é pioneiro na formação continuada de tradutores e intérpretes. “Essa formação vem desde 2006 e a cada ano estamos melhorando, com um número expressivo de profissionais participando”, afirma.

A meta é preparar os tradutores e intérpretes para o primeiro concurso efetivo da educação especial. “Hoje, temos alunos surdos chegando na universidade e os nossos tradutores tem passado em diversos concursos, tudo isso fruto dessa formação que oferecemos”, lembra.

Reinoldo Mendonça é coordenador da central de interpretação de libras e destaca um pouco do trabalho que é desenvolvido. “O intérprete realiza vários tipos de atendimento, como na Justiça, por exemplo, e até em casos de emergência, mas de modo geral eles são agendados pela central”, disse.

Quem também explica a importância do trabalho do profissional é o professor Sebastião Alves, para quem o intérprete é responsável por transmitir a comunicação do aluno surdo e as outras pessoas, melhorando a vivência dentro do ambiente escolar.

Secretaria de Educação realiza segunda formação continuada para gestores e coordenadores

DSC 0361

A Secretaria de Estado de Educação e Esporte (SEE), por meio da Coordenação de Ensino Fundamental II e Médio realiza, na escola Diogo Feijó, a segunda formação continuada para gestores e coordenadores pedagógicos de Rio Branco. A formação tem uma duração total de 12 horas.

Participam equipes gestores de 50 escolas da zona urbana. De acordo com a coordenadora pedagógica da SEE, professora Meire Silva, na próxima semana a mesma formação acontece para assessores dos núcleos. “Esses assessores replicarão os conteúdos nas escolas”, explicou.

“Essas formações servem para realizar uma reflexão sobre as rotinas e as práticas pedagógicas que empoderam o trabalho dos coordenadores e gestores, fortalecendo as ações de ensino nas escolas”, disse Meire Silva.

Entre os participantes da formação está a professora Francisca Assis, a França, gestora da escola Frei Heitor Maria Turrini, localizada na Cidade do Povo. Ela fez questão de dizer que trata-se de um momento único que a SEE oferece aos profissionais.

“A gente consegue se reavaliar e verificar o que está produzindo na escola, além de potencializar nossos pontos fortes e também os fracos. Por isso, é um momento especial onde a gente aproveita a oportunidade também para aprender com a equipe da Secretaria”, ressaltou.

“É uma experiência única para a gente”, diz professora do Quero Ler

DSC 0350

A edição do Ciência Itinerante de Tarauacá atraiu a atenção de muita gente, mas de um modo especial para professores e alunos do Programa Quero Ler, que no município pretende alfabetizar pelo menos 6 mil jovens e adultos até o final de 2018. A meta do governo do Acre é chegar a 60 mil novos leitores.

Entre os que se encantaram com as atividades está a professora Miracélia Cardoso de Lima, que além do Quero Ler também dá aulas para turmas da Educação de Jovens e Adultos (EJA). “É uma experiência única para todos nós”, afirma.

Nesta quinta-feira, segundo e último dia do Viver Ciência Itinerante de Tarauacá, ela aproveitou a oportunidade para realizar uma aula prática com os alunos, mostrando a metodologia que é utilizada em sala de aula para que os alunos possam aprender a ler e escrever.

Segundo ela, durante a visita dos alunos, o que mais chamou atenção de todos, tanto alunos quanto os professores, foi o planetário, o espaço mais visitado do Ciência Itinerante. “Ficamos emocionados porque era uma coisa que a gente nunca tinha visto”, destacou.

“O próprio Viver Ciência é uma coisa nova, diferente, que a gente nunca tinha visto e, por isso, toda essa experiência tem sido muito gratificante, não apenas para os alunos, mas para nós professores também”, disse.

Ciência Itinerante leva cultura e conhecimento para Tarauacá

DSC 0174

O Ciência Itinerante é uma modalidade da Mostra Viver Ciência que leva cultura e conhecimento aos municípios acreanos. Esta semana, as atividades foram realizadas na escola Djalma da Cunha Batista, de ensino médio, no município de Tarauacá.

Todas as escolas estaduais e municipais estiveram presentes durante a apresentação dos trabalhos, levando milhares de pessoas aos estandes e proporcionando às pessoas aumentar o leque de conhecimento e de possibilidades, mostrando que a ciência é algo para todos.

O planetário foi, de longe, o espaço mais visitado, levando milhares de alunos e comunidade em geral, a conhecer um pouco mais sobre as estrelas, sobre o planeta Terra, as constelações e o sol. É possível, saber, por exemplo, que muitas estrelas já não existem mais o que vemos é apenas o seu brilho.

Outra forma dos visitantes adquirir mais conhecimentos são as oficinas. A de programação de jogos, por exemplo, ensina os estudantes a fazer seus próprios jogos, tornando-os protagonistas do processo de criação. Outra é a de produção de vídeos, que ensina como utilizar da melhor maneira os recursos do celular.

O espaço do Ciência Divertida mostra uma forma lúdica de alunos e professores realizar a aprendizagem, sobretudo em matemática e física. Essas atividades podem, perfeitamente, serem realizadas no dia-a-dia em sala de aula.

Quem também participa diretamente das atividades é a equipe do Instituto de Matemática, Ciência e Filosofia (IMCF), que além de demonstrações de jogos, possibilita aos visitantes uma iniciação ao xadrez, um jogo que despertar a utilização da memória e do raciocínio.

Intérprete de Libras: celebrando conquistas e eliminando barreiras

 

 

 

LÍBRAS - Cópia

Comemorado nacionalmente em 26 de julho, o Dia do Intérprete, resgata a importância do profissional que possui como principal missão permitir e facilitar a comunicação entre surdos e ouvintes.

 

No Brasil, a educação de surdos surgiu em meados do século XIX, quando foi criado o Instituto Nacional de Educação de Surdos (INES), no Rio de Janeiro. Batizado originalmente como Colégio Nacional para Surdos-Mudos, a instituição continua com suas atividades há quase dois séculos, e durante este período, muitas foram as conquistas para a comunidade surda, principalmente nas questões legais.

 

Entre os principais amparos legais, estão as leis nº 10.436 (2002), que reconhece a Língua Brasileira de Sinais (Libras) e seus recursos como meio legal de comunicação; e a lei nº 12.319 (2010), que regulamenta a profissão de Tradutor e Intérprete da Libras.

 

ATENDIMENTO NO ACRE

 

O histórico das atividades públicas envolvendo a comunidade surda inicia na década de 80, mas ganha força e consegue estabelecer ações de sensibilização e conscientização do processo de inclusão social da pessoa surda, atendimentos exclusivos à pessoa surda e o maior diferencial, a formação de profissionais surdos e ouvintes para atuar nas escolas do estado com a criação do Centro de Apoio ao Surdo - CAS em 2005. Inicialmente, a rede pública contava apenas com três intérpretes, atualmente são mais de 70 profissionais atuando como intérpretes em todo Estado. Em 2013 o Acre inicia uma nova ação com a inauguração da Central de Interpretes de Libras – CIL/AC, garantindo acessibilidade e efetiva participação do surdo em todos os setores da sociedade.  O trabalho já esta bem solidificando ocorrendo cerca de 70 atendimentos mensais em 2017, existindo a previsão de ainda este ano a inauguração de uma nova Central no vale do Juruá, município de Cruzeiro do Sul. No município já existe a contratação de 4 Intérpretes que atuam no mesmo padrão da capital e os ajuste para inauguração oficial já esta em andamento garantindo a expansão do trabalho voltado para a acessibilidade de comunicação em todo Acre.

 

Curso de especialização em Sociologia oferta 50 vagas para professores de Rio Branco

 

Estão abertas as inscrições para o curso de Especialização em Sociologia para o Ensino Médio, na modalidade à distância, para o Polo da Universidade Aberta do Brasil (UAB) em Rio Branco. As inscrições poderão ser efetuadas no período de 17 a 31 deste mês de julho. Serão ofertadas 50 vagas para o processo de seleção.

Para participar, o candidato deve possuir graduação e/ou licenciatura em: pedagogia, psicologia, antropologia, filosofia, sociologia, geografia e/ou áreas das Ciências Humanas ou Sociais. E ainda ser professor em exercício na rede pública de ensino.cedup rb

As inscrições são realizadas no endereço https://www.ead.unb.br/chamada-publica. O candidato deve preencher o formulário (conforme disponibilizado no ambiente on - line), redigir carta de intenção (no máximo 30 linhas) e organizar e enviar um arquivo digital único para o endereço acima citado constando do Curriculum Vitae. A inscrição é gratuita.

O curso é resultado da parceria entre a Universidade de Brasília, Governo do Acre e o Governo Federal. Para mais informações, o pólo local disponibiliza o telefone: (68) 3228-9450 / Celular: (68) 99977-1195

Confira no link mais informações e acesso ao edital.

https://www.ead.unb.br/chamadas-detalhes?id2=198&ano=2017

Centro de Estudo de Línguas abre processo de matrículas para o 2º Semestre

18880183 1370092129711544 178093985800612024 o

A Secretaria de Educação e Esporte do Acre (SEE) junto ao Centro de Estudo de Línguas (CEL), que é referência no ensino gratuito de idiomas para alunos da rede pública, inicia o processo de matrícula de alunos e comunidade para o 2º semestre de 2017.

As datas para efetivar as matrículas serão distribuídas entre dias 24 e 25 de julho, exclusivamente os alunos da rede pública de ensino e nos dias 26 e 27, serão atendidos tanto alunos bem como à comunidade em geral, sem critério de prioridade.

O processo de matrículas na instituição visa preencher as vagas disponíveis, prioritariamente, com os alunos da rede pública do Ensino Fundamental do 6º ao 9º ano e do Ensino Médio, exceto para o curso de LIBRAS, e extraordinariamente, com a comunidade em geral.

A previsão é que as aulas iniciem no dia 31 julho de 2017.  A Coordenação do Centro alerta aos candidatos que cumpram todas as etapas e orientações dentro dos prazos e requisitos prescritos no edital.  

Os interessados deverão dirigir-se à sede administrativa do Centro de Estudo de Línguas, situada na Avenida Getúlio Vargas, nº 3030, ao lado da Saudosa Maloca, a partir das 07h30.

Mais de 7 mil pessoas prestigiam primeiro dia do Viver Ciência em Tarauacá

DSC 0082

Pelo menos sete mil pessoas, entre estudantes e comunidade de um modo geral, fizeram questão de prestigiar o primeiro dia do Viver Ciência Itinerante, que acontece nesta quarta e quinta, 19 e 20, na escola Djalma da Cunha Batista, no município de Tarauacá.

O Viver Ciência em Tarauacá é a terceira edição itinerante realizada pelo governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado de Educação e Esporte (SEE). A primeira edição aconteceu em Brasiléia e a segunda no município de Sena Madureira.

Diversas atividades estão sendo desenvolvidas, como o planetário, onde os alunos tem oportunidade de conhecer um pouco mais sobre o sistema solar e os planetas, ciência divertida para as crianças, um modo lúdico de aprendizagem, e também exposições e trabalhos de escolas do município.

Além da Djalma Batista, outras escolas como a Kupy Kaxinawá (indígena), Edmundo Pinto, Instituto São José, Rosaura Mourão, Tupanir da Costa, Delzuite Barroso, João Ribeiro e Plácido de Castro, também apresentam trabalhos dos alunos durante o Viver Ciência.

Quem também participa das atividades é o programa Quero Ler, que expõe o trabalho desenvolvido e cuja meta é alfabetizar mais de seis mil jovens e adultos somente no município. Para isso, nessa segunda fase, 1.194 estudantes estão matriculados, divididos em 93 turmas.

Durante a solenidade de abertura do evento em Tarauacá, o secretário Marco Brandão lembrou que tanto a comunidade escolar quanto os moradores de um modo geral compraram a idéia do Viver Ciência, o que fez com que resultado do trabalho fosse muito positivo.

“O Ciência Itinerante tem uma finalidade, que é fazer com que as escolas mostrem o que estão fazendo, mas ao mesmo tempo repensem o que estão fazendo, no sentido de trabalhar outras metodologias, de trabalhar outras formas de adquirir conhecimento”, afirmou o secretário.

Programa Quero Ler presente no Viver Ciência Itinerante de Tarauacá

DSC 0153

O Programa Quero Ler também está presente na terceira edição da Mostra Viver Ciência Itinerante, que acontece nesta quarta e quinta, 19 e 20, na escola Djalma da Cunha Batista.

Produção dos alunos, ações do Programa, formações, aulas práticas (que acontecem no auditório) e diversos jogos escolares, que servem como metodologia de alfabetização de jovens e adultos, estão sendo apresentados durante o evento.

Em Tarauacá, o Programa Quero Ler tem a meta de alfabetizar mais de 6 mil jovens e adultos. Nesta segunda fase, que está em execução município, há 1.194 alunos, dos quais 789 na zona urbana e 405 na zona rural, distribuídos em 932 turmas ( 55 na zona urbana e 38 na zona rural). 

Exame Nacional para conclusão de ensino fundamental e médio ocorrerá no Acre

O ENCCEJA - Exame Nacional para Certificação de Competências de Jovens e Adultos é um exame voluntário e gratuito, que tem por objetivo aderir competências, habilidades e saberes adquiridos tanto no processo escolar quanto no extraescolar e que é ofertado às pessoas que não tiveram a oportunidade de concluir os estudos em idade apropriada. No Acre, as provas serão aplicadas em Rio Branco, Cruzeiro do Sul, Brasileia e Feijó.

image001 1

Se inscreva, não perca essa oportunidade de finalizar essa etapa dos seus estudos e fique atento aos prazos. 

Vamos divulgar essa informação para alcançar o máximo de pessoas.

 

Baixe o material e comece já os seus estudos:

 

Língua Portuguesa Ens. Fundamental 

História e Geografia Ens. Fundamental

Ciências Ens. Fundamental

Matemática Ens. Fundamental

Língua Portuguesa Ens. Médio

Ciências Humanas Ens. Médio

Ciências Natureza Ens. Médio

Matemática Ens. Médio

 

 

Tudo pronto para a edição do Viver Ciência em Tarauacá

Tudo pronto para a realização da terceira edição da Mostra Viver Ciência, que será realizada nesta quarta e quinta-feira (dias 19 e 20) na escola Djalma da Cunha Batista, em Tarauacá. Tarauacá -

A principal atração da mostra, mais uma vez, será o planetário, uma oportunidade que tanto estudantes quanto a comunidade de uma maneira geral tem em conhecer como funciona o nosso sistema solar.

O Ciência Itinerante é uma experiência científica que incentiva o conhecimento. Além do planetário, os visitantes da mostra podem aprender mais sobre a matemática e como ela pode ser utilizada em nosso dia a dia.

As atividades são organizadas pela Secretaria de Estado de Educação e Cultura (SEE), por meio da Diretoria de Inovação e já foi realizada, nesta modalidade , em Brasileia e, na semana passada, em Sena Madureira.

Em Rio Branco, a Mostra será nos dias 19, 20 e 21 de setembro no campus da Universidade Federal do Acre (Ufac) e em outubro (dias 24 e 25) será realizada na região do Juruá, na cidade de Cruzeiro do Sul. Quanto ao planetário, também estará em exposição nas nove noites de realização da Expoacre.

Terceira edição do Ciência Itinerante acontece nesta quarta e quinta em Tarauacá

plan3

Tudo pronto para a realização da terceira edição da Mostra Viver Ciência, que será realizada nesta quarta e quinta-feira (dias 19 e 20) na escola Djalma da Cunha Batista, no município de Tarauacá.

A principal atração da mostra, mais uma vez, será o planetário, uma oportunidade que tanto estudantes quanto a comunidade de uma maneira geral tem em conhecer como funciona o nosso sistema solar.

O Ciência Itinerante é uma experiência científica que incentiva o conhecimento. Além do planetário, os visitantes da mostra podem aprender mais sobre a matemática e como ela pode ser utilizada em nosso dia-a-dia.

As atividades são organizadas pela Secretaria de Estado de Educação e Esporte (SEE), por meio da Diretoria de Inovação e já foi realizada, nesta modalidade , nos municípios de Brasiléia e, na semana passada, em Sena Madureira.

Em Rio Branco, a Mostra irá acontecer nos dias 19, 20 e 21 de setembro no campus da Universidade Federal do Acre (Ufac) e em outubro (dias 24 e 25) será realizada na região do Juruá, na cidade de Cruzeiro do Sul. Quanto ao planetário, também estará em exposição nas nove noites de realização da Expoacre.

Abertas inscrições para 760 vagas no Instituto de Matemática, Ciências e Filosofia

 

Insituto de MátemáticaO Instituto de Matemática, Ciências e Filosofia do Acre (IMCF) abriu 760 vagas em processo seletivo para os 14 cursos que serão ofertados no segundo semestre deste ano. Os candidatos poderão efetuar a inscrição a partir desta sexta-feira, 14, acessando o formulário de cadastro, que estará disponível no site da Secretaria Estadual de Educação e Esporte (SEE) e deverá ser entregue até o dia 7 de agosto, no Centro de Referência de Inovações Educacionais (CRIE), antigo Mira Shopping.

 

No instituto, alunos da rede pública de ensino estudam a matemática básica, o xadrez e até se preparam para o Exame Nacional do Ensino Médio com a biologia, sempre nos períodos da manhã e da tarde. Dois novos cursos passam a ser ofertados: Química Orgânica e Lógica Matemática II.

 

De acordo com o coordenador do IMCF, Alessandro Nasserala, a ficha de inscrição deve ser preenchida uma única vez por cada candidato. A seleção para o preenchimento das vagas será feita pela ordem de cadastro, juntamente com as especificidades de cada curso. “A prioridade das vagas é para os estudantes da rede pública”, explica Nasserala.

 

Os resultados do processo de seleção serão divulgados no site da SEE.

 

Inscrições

 

ACESSE: 

Edital

Inscrição

 

 

No ato da inscrição, os candidatos devem observar os pré-requisitos de cada curso no formulário. Alunos menores de idade devem estar acompanhados dos pais ou, em sua ausência, dos responsáveis legais na entrega da inscrição.

 

No ato da matrícula, o candidato deverá apresentar os documentos comprobatórios relacionados no edital.

 

Estudantes da rede pública precisam apresentar uma cópia legível do RG ou da certidão de nascimento, cópia legível do comprovante de endereço e comprovante de matrícula em escola da rede pública de ensino do ano corrente (declaração).

 

Já para os interessados da comunidade, são necessárias cópia legível do RG ou da certidão de nascimento, cópia legível do comprovante de endereço e cópia legível do comprovante de escolaridade ou declaração escolar que atenda o requisito mínimo exigido no curso.

 

FEC já está na 4ª etapa classificatória e se aproxima da grande final

 

As seletivas do Festival Estudantil da Canção (FEC) já estão na 4ª etapa classificatória. A segunda edição do festival sensação do público estudantil já é sucesso nas escolas acreanas. A grande final está se aproximando e, com ela, aumenta a expectativa entre os jovens competidores de quem serão os finalistas e vencedores do prêmio.

 

Vários municípios já receberam a seletiva local e neste sábado, a cidade que receberá o evento é Porto Acre, que apresentará seus jovens talentos para o festival.DSC 0531

 

No próximo dia 3 de agosto será o município de Capixaba que vai realizar a seletiva. Dia 4 de agosto em Plácido de Castro, dia 10 em Senador Guiomard e Acrelândia. Participam do evento estudantes do ensino médio de escolas publicas e particulares da zona urbana e rural. Nas etapas municipais, a organização do evento fornece toda a infraestrutura para as apresentações.

 

Para dar mais conforto e confiança aos participantes, eles utilizam seus próprios instrumentos musicais nas seletivas. A data prevista para acontecer a grande final será no dia 27 de agosto, na Concha Acústica de Rio Branco, a partir das 16 horas. Na final ainda haverá apresentações de bandas locais.

 

Premiação

 

Cada cidade terá seus representantes na final. Ao todo serão 31 finalistas e seis ganhadores, sendo:

 

1º lugar para intérprete e 1º lugar na modalidade autoral – 4 mil reais

2º lugar para intérprete e 2º lugar na modalidade autoral – 3 mil reais

3º lugar para intérprete e 3º lugar na modalidade autoral – 2 mil reais. 

 

FEC 2017

 

O festival, que tem revelado inúmeros talentos no estado, é o maior movimento cultural estudantil do Acre. Este ano, voltou ao calendário acadêmico da região a pedido dos próprios estudantes, que foram atendidos pelo governador Tião Viana.

 

Abrangendo diferentes categorias artísticas, o FEC de 2017 mapeou em torno de 52 escolas participantes do evento, com mais de 300 inscritos, número maior se comparado à última edição, que registrou 26 escolas participantes e 226 inscritos.

 

De acordo com a Coordenadora de Projetos Educacionais da SEE, Vera Lúcia Pires,  este ano a mobilização está sendo ainda maior. A premiação é um incentivo para os alunos, mas a partir daí temos a oportunidade de identificar os talentos abrigados em nossas escola. Muitos estudantes estão mais interessados e engajados neste projeto”, destaca.

 

A festa é uma realização do governo do Estado, por meio da Secretaria Estadual de Educação e Esporte (SEE) e da prefeitura de Rio Branco, por meio da Fundação de Cultura e Comunicação Elias Mansour (FEM), e da Assessoria de Juventude (Assejuv).

Escolas sede do FEC 2017

Escola Instituto de Educação Lourenço Filho

Escola Sebastião Pedrosa

Escola José Ribamar Batista

Escola Santiago Dantas

Colégio Estadual Barão do Rio Branco _CERB

Escola Estadual Armando Nogueira

Quinta Edição da Copa Master de Futebol ajuda a resgatar a História do Futebol Acreano

DSC 0552

O governo do Acre, por meio da Secretaria Adjunta do Esporte, ligada a Secretaria de Estado de Educação e Esporte (SEE), resgata a história do futebol acreano com a realização da Copa Master. Este ano está sendo realizada a 5ª edição da competição, com 30 times inscritos na categoria sub 40 e mais 8 equipes na categoria sub 50.

Nesta sexta-feira, a secretária adjunta do Esporte, Shirlei Santos, juntamente com toda a equipe, realizou a abertura oficial no estádio da Arena da Floresta e o campeonato irá se prolongar até o início do mês de dezembro, com jogos sendo realizados todas as terças e quintas.

Dos trinta times do sub 40, 13 são do interior e 17 da capital. Já o sub 50 tem 7 times da capital e um do interior. Na competição estarão envolvidos diretamente 960 atletas, 152 dirigentes e 143 árbitros. Ao todo serão realizados 81 jogos até a grande final.

Para Shirlei Santos, a competição além de ser um compromisso do governo do Acre com a história do nosso futebol, também é uma oportunidade das pessoas ver os craques do passado em atuação novamente.

Para 2018 a ideia é envolver equipes dos 22 municípios acreanos e até de outros Estados. Já agora, nesta edição, a Copa Master contará com a participação de uma equipe do Estado de Rondônia, Extrema Master. “Este ano não chegamos a realizar as inscrições, mas recebemos pedidos até de equipes do Estado de São Paulo”, destacou.

Para o sargento Raimundo Costa, que jogar pelo sub 40 do 4º BIS, a competição é um incentivo muito grande que está sendo dado pelo governo do Estado aos atletas, além de ser um incentivo para que eles possam manter a forma física, apesar da idade.

A abertura da competição contou com a realização de jogos, sorteados na hora. O primeiro foi entre o time de Acrelândia contra a equipe Amigos do Acre, de Rio Branco, e a segunda partida foi entre o Fluminense da Bahia e o Cruzeiro do Tangará, ambos da capital.

Porque Ensinar Português para Falantes de Português é tema de palestra em Tarauacá

 

Em visita a cidade de Tarauacá, o secretário Estadual de Educação e Esporte, Marco Brandão, proferiu a palestra Porque Ensinar Português para Falantes de Português. A conversa foi com acadêmicos dos cursos bacharelado de Letras, Pedagogia e Matemática, da Universidade Federal do Acre (Ufac), que estudam no Centro Estadual de Educação Permanente (Cedup), do município.


Durante cerca de uma hora Brandão falou da importância e também dos desafios de ensinar a língua materna aos nativos.marco


“Quando a criança chega à escola ela já fala o português e carrega consigo, experiências, que fazem parte da cultura de vida dela. O que o colégio vai fazer é introduzir esse estudante nos conhecimentos científicos que estão associados com a língua”, disse.


A universitária, Livramento do Santos, leciona a disciplina de Língua Portuguesa na escola pública Eduardo Moraes, zona rural do município, e diz que a palestra vai ajudá-la a lidar com situações que ela convive no cotidiano da sala de aula.
“Trabalho com alfabetização e percebo que os alunos têm grandes dificuldades de aprender as normas e regras da língua, porque eles já trazem conhecimentos prévios. O nosso desafio, como o secretário falou, é lidar com essa realidade e inseri-los no universo letrado”, destaca.


A coordenadora do Cedup, Francisca Aragão, lembrou que o chefe da pasta estadual tem muita experiência com a educação e que isso vai ajudar os futuros docentes a entender melhor os contextos escolares.


“Essa conversa com os alunos que estão em formação de magistério é de fundamental importância, porque o professor [Marco] tem mestrado em linguística e uma larga experiência de sala de aula. Isso faz dele um profissional de excelência para ajudar esses futuros professores no exercício diário de ensinar”, frisa.

Alunos de Tarauacá participam de bate-papo com secretário

 

Cumprindo extensa agenda na regional do Envira, o secretário de Estado de Educação e Esporte, Marco Brandão, conversou com alunos de quatro escolas públicas de Tarauacá.


O diálogo foi com os estudantes das escolas Plácido de Castro, Tupanir Gaudêncio, Instituto São José (ISJ) e Rosaura Mourão. Durante o encontro, o chefe da pasta da Educação falou sobre sonhos, futuros, carreiras e do papel de cada cidadão na construção de uma sociedade melhor.20017793 1411152612272162 6748601671715850172 o-1200x377


A aluna Alessandra Pereira, da Plácido de Castro, conta que o bate-papo renovou suas esperanças. “Ele ensinou que é preciso ter sonhos e lutar por eles, mas lembrou também, que antes de ser um bom profissional a pessoa tem que ser gente, tratar as pessoas com dignidade e humanidade, porque isso que vai fazer um mundo mais humano”, disse.


Já Lívia Veras, estudante do ISJ, disse que o diálogo norteou seu posicionamento frente à vida. “Achei interessante porque foi um tipo de conversa que nós nunca tínhamos tido, e vai valer bastante no futuro, porque até então, não nos reconhecíamos como gente, do jeito que ele explicou”, destaca.

Primeira turma de Administração Pública de Tarauacá cola grau

 

Uma grande festa marcou a solenidade de colação de grau dos acadêmicos do curso de Bacharelado em Administração Pública de Tarauacá, na noite da última quarta-feira, 12. A turma é a primeira da região a se formar nessa área.
É também a pioneira a se graduar fora do Estado do Amazonas. Isso porque o curso foi ofertado pela Universidade Federal do Amazonas (Ufam), na modalidade a distância (EAD), por meio da Universidade Aberta do Brasil (UAB).

Elizeu Linhares Sombra é o primeiro dos onze irmãos a obter um título de nível superior. Emocionado, ele conta que o diploma representa a conquista de toda a família.formatura


“Sou filho de seringueiro, como a maioria dos formandos, e este é um momento histórico e especial nas nossas vidas. O sentimento é de gratidão e felicidade, porque na minha casa sou o primeiro que está concluindo uma faculdade. Então, eu represento a conquista de todos”, comemora.


A graduação é fruto da parceria do Acre, com o Amazonas, por meio da Secretaria de Estado de Educação e Esporte (SEE). Durante os quatro anos do curso, os acadêmicos tiveram apoio e suporte do Centro Estadual de Educação Permanente (Cedup), que pertence à SEE em Tarauacá.


Na solenidade de outorga de grau o secretário Estadual de Educação, Marco Brandão, felicitou os formandos e destacou os esforços do governador Tião Viana em proporcionar aos acreanos além do ensino básico, também o ensino superior.
“Essa colação é fruto de um trabalho que começou anos atrás, buscamos firmar parcerias com outros estados como o Amazonas para que pudéssemos ofertar na nossa região, ensino superior de qualidade, e hoje estamos colhendo os frutos”, ressalta.


O diretor do Centro de Educação a Distância, da Ufam, Evandro Moraes, disse que a formatura significa uma extensão da universidade para outras localidades brasileiras.


“Estamos consagrando nesta noite a boa relação entre dois estados, que se uniram para trabalhar em prol da formação dos seus cidadãos. Para a Ufam é uma honra poder ajudar os acreanos a fazerem uma faculdade sem precisar sair de suas cidades. É uma parceria que pretendemos fortalecer e ampliar”, destaca.

CAP-AC forma duas turmas de Pré-Sorobã

O Centro de Apoio Pedagógico para Atendimento às Pessoas com Deficiência Visual do Acre (CAP/AC) formou duas turmas de Pré-Sorobã, atendendo uma demanda de professores do Atendimento Educacional Especializado (AEE), professores da sala comum da Rede Pública de Ensino, pessoas com deficiência visual e pessoas da Comunidade.

O curso tem carga horária de 60 horas e tem por objetivo fornecer orientações gerais para o conhecimento dos números e a introdução das técnicas para o aprendizado do Sorobã, desenvolvendo atividades práticas de cálculos matemáticos através de jogos, brincadeiras e materiais pedagógicos.materiais 1

O aluno Célio Roberto Alves ficou cego há um ano e três meses e vivencia o período de adaptação. Logo, buscou auxílio no CAP-AC, fazendo os cursos disponíveis. “Eu fiz os testes. Os colegas produziram materiais para o ensino do sorobã e eu testava se estava acessível. Foram construídas várias opções de brinquedos, inclusive um dado, que ganhei de uma colega e até hoje, brinco com o meu neto. O conteúdo do curso foi muito bom, eu aprendi muito!”, destacou Célio.

O Sorobã ajuda a desenvolver a atenção, concentração, memorização, percepção, coordenação motora e cálculo mental, principalmente porque o praticante é o responsável pelos cálculos, não o instrumento. A prática do Sorobã possibilita realizar cálculos em meio concreto, aumenta a compreensão dos procedimentos envolvidos e exercita a mente.

É notável que desde criança, em suas práticas sociais, os indivíduos aprendem brincadeiras, músicas e jogos que incluem noções matemáticas, às vezes até antes de ingressarem na escola. O curso de Pré-Sorobã utiliza tais estratégias, visando trabalhar os conceitos matemáticos de forma dinâmica e significativa.

Para mais informações sobre os cursos ofertados pela instituição, entre em contato : 3226 3826

 

 

Estão abertas as inscrições para os cursos do Instituto de Matemática

 

A partir do dia 14 de julho os interessados em participar dos cursos no Instituto de Matemática poderão efetuar inscrição no processo seletivo referente ao 2º semestre deste ano.O Instituto, por meio da Secretaria de Estado de Educação e Esporte,oferece ensino gratuito nas áreas de matemática, ciências e filosofia para alunos da rede pública do Estado do Acre, apresentado pelo Coordenador Alessandro Nasserala.

 

Os interessados deverão preencher e enviar, uma única vez, o formulário de inscrição on-line, disponível no site da Secretaria de Estado de Educação e na fanpage Instituto de Matemática, Ciências e Filosofia do Acre, até o dia 7 de agosto.

 

m

 

Prioritariamente serão selecionados os alunos da rede pública de acordo com o turno e o curso escolhido no formulário de inscrição on-line. A seleção para o preenchimento das vagas será feita pela ordem de cadastro, juntamente com as especificidades de cada curso.

Os resultados do processo de seleção serão divulgados pela SEE. Conforme necessidade, o número de vagas remanescentes será divulgado neste site e no mural do Imcf.

O instituto de matemática estará à disposição dos candidatos selecionados para os devidos esclarecimentos, na sede ou pelo telefone:  (68) 99955-1497.

Inscrições

No ato da inscrição, os candidatos devem observar os pré-requisitos de cada curso na ficha de inscrição. Alunos menores de idade devem estar acompanhados dos pais ou, em sua ausência, dos responsáveis legais.

No ato da matrícula, o candidato deverá apresentar os documentos comprobatórios relacionados no edital.

Seguem em anexo, o edital e o formulário de inscrição.

Edital

Ficha de inscrição

 

https://drive.google.com/file/d/0B1usYC8AHchEbWZuWWdVZ3dTN0ZaQkFhOWdQdXRhMXdhTzhR/view

https://docs.google.com/forms/d/1Xuk6AkdzdDvBqrlgpScqWxSX22h7hd10NJNkh_HYC0A/closedform

 

Fique atento: em breve edital do ENCCEJA 2017

Fique de olho na publicação do edital do Exame Nacional para Certificação de Competências de Jovens e Adultos - o ENCCEJA, prevista para 24 de julho.

 

Uma oportunidade para pessoas que não concluíram os estudos em idade apropriada, o ENCCEJA é um exame voluntário e gratuito, que tem o objetivo de aferir as competências, habilidades e saberes adquiridos tanto no processo escolar quanto extra-escolar.

 

 

No Acre, as provas serão aplicadas em Rio Branco, Cruzeiro do Sul, Brasiléia e Feijó. Para mais informações acesse http://www.inep.gov.br/.

encceja

 

Mostra Viver Ciência em Sena Madureira é sucesso de público

A 1ª edição do Viver Ciência Itinerante realizado no dia 11, no Alto Purus, foi sucesso e superou as expectativas dos organizadores. Na ocasião, os visitantes puderam conhecer um pouco sobre o universo da ciência e da tecnologia.

A Mostra de Educação, Ciência, Tecnologia e Inovação é o maior evento científico da educação básica do Acre,idealizado pelo governo do Estado, por meio da Secretaria de Educação e Esporte (SEE) e contou com  a participação de outas escolas públicas de ensino fundamental e médio, além de outras instituições da região e outras parcerias. O projeto já passou pelos municípios de Brasiléia, Assis Brasil e agora com a sua primeira edição no município de Sena Madureira, na Escola Dom Júlio Mattioli.foto

A coordenadora da mostra e diretora de Inovação da Secretaria de Estado de Educação e Esporte (SEE), Cleide Prudêncio, avalia de forma positiva a realização do evento. “A expectativa foi bastante positiva e fomos surpreendidos pela participação da comunidade escolar, tanto pelos professores e estudantes. A interação com os alunos foi enriquecedora, pois  eles estavam bastante envolvidos em adquirir conhecimento no âmbito da ciência e tecnologia”, ressalta.

Diversas atividades educacionais e culturais foram especialmente elaboradas durante toda a programação do evento, como apresentação de trabalhos realizados pelos próprios alunos da escola, orientação sobre DST, educação no trânsito para crianças, mini oficinas e atividades artísticas no palco cultural na própria instituição.

“Muito importante a idealização deste projeto. Nós estudantes aprendemos sobre diversas áreas da ciência e da tecnologia e nos estimulam a desenvolver possíveis trabalhos práticos em nossa escola. A ciência e a tecnologia são importantes para a educação,  visitei diversos trabalhos interessantes e  com certeza acrescentará bastante no meu aprendizado”, destaca Everton Soares, estudante do 3º ano do ensino médio, da Escola Dom Júlio Mattioli.

Destaque para o Planetário Móvel

O planetário móvel foi a grande novidade do evento realizado no município. Mais de mil visitantes conheceram de forma lúdica e criativa o funcionamento do sistema solar, das constelações dos planetas. A curiosidade é grande em conhecer o espaço, como ele é por dentro, tanto adultos quanto crianças.

Vale ressaltar que outras regionais receberão a mostra do viver ciência itinerante, como Tarauacá, nos dias 19 e 20 de julho. Será montado tambémum Stand para visitação do Planetário Móvel durante as nove noites da Expoacre 2017, nos dias 22 a 30 de julho. Cruzeiro do Sul também será palco deste grande evento, nos dias 24 e 25 de Outubro.

Viver Ciência

O Viver Ciência é maior evento científico. A mostra é uma junção de tecnologia, educação e ciência voltado para estudantes da rede pública e consequentemente trabalhos que estão sendo produzidos pelas instituições de pesquisa, ensinos, extensões de um modo geral.

Alunos do Programa Quero Ler participam de Projeto de Meio Ambiente

DSC 0491

Um projeto de Meio Ambiente, desenvolvido por acadêmicos do curso de Engenharia Ambiental da Universidade Federal do Acre (Ufac), foi desenvolvido com alunos do Programa Quero Ler que estudam à noite na escola estadual Ilka Maria de Lima, localizada no bairro Mocinha Magalhães.

Na realização do projeto, os alunos puderam conhecer um pouco mais sobre as áreas verdes da cidade Rio Branco. Ao final da explicação dos acadêmicos, coordenados pela professora Jamilena Bezerra, ficou definido que eles farão uma visita ao Parque Zoobotânico da Ufac.

O objetivo do projeto, segundo a professora, é mostrar a importância das áreas verdes e como elas fazem parte do cotidiano das pessoas, que podem contribuir com o meio ambiente com ações simples, como o plantio de uma horta e até o cuidado com o jardim da escola.

A coordenadora estadual do Quero Ler, professora Augusta Rosas, acompanhou o desenvolvimento das atividades e destacou a importância para os alunos. “O Quero Ler é um projeto que não ensina apenas a ler e a escrever, vai além disso, trabalha a autoestima, a preservação do meio ambiente e faz o aluno conhecer o que está à sua volta”, explicou.

As áreas verdes são cidade de Rio Branco são: Parque Chico Mendes, Horto Florestal, Parque Capitão Ciríaco, Parque do Tucumã, Parque da Maternidade, APA do Lago do Amapá, Parque São Francisco, APA Irineu Serra e Parque Zoobotânico.

Nota de Pesar pelo falecimento do atleta Andrey Anastácio

 

luto

Nota de pesar

 

A Secretaria de Educação e Esporte (SEE) manifesta profundo pesar pelo falecimento do jovem Andrey Anastácio, ocorrido na madrugada desta quinta-feira, 13. O jovem de 23 anos lutava contra uma doença degenerativa, distrofia muscular, e há cinco anos era atleta de Bocha no estado.

O corpo está sendo velado na capela São João Batista, o sepultado está marcado para as 15 horas, no Cemitério Morada da Paz.  

Que Deus conforte o coração de toda a família neste momento de dor e tristeza.

Instituto Dom Moacyr abre processo seletivo para mediador do MedioTec

 

Os interessados em participar do processo seletivo simplificado de seleção de bolsistas, na modalidade de mediador de aprendizagem, para atuação nos cursos técnicos do programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec), em sua nova ação denominada Mediotec, devem realizar inscrição até esta terça-feira, 12, no Núcleo de Representação da Secretaria Estadual de Educação (SEE).

As vagas são para todos os municípios do estado. Em Rio Branco, a inscrição será na Unidade Central do IDM (Escola Campos Pereira) e, nos municípios, nos Núcleos de Educação, das 8 às 18 horas.20151127 085946

Para a capital acreana serão 50 vagas e demais municípios 57, totalizando 107 vagas ofertadas.

Os professores serão contratados para ministrar as aulas dos cursos técnicos pelo MedioTec, em diversas áreas. O requisito mínimo exigido: diploma ou certidão de formação de nível superior expedido por instituição devidamente reconhecida pelo MEC, nas seguintes áreas:

Ambiente e Saúde – Análises Clínicas, Cuidados de Idosos, Enfermagem, Equipamentos, Biomédicos, Gerência de Saúde, Imobilizações Ortopédicas, Nutrição e Dietética, Órteses e Próteses, Prótese Dentária, Reabilitação de Dependentes Químicos, Saúde Bucal, Vigilância em Saúde.

Gestão e Negócios – Administração e Logística.

Gastronomia e Hospitalidade – Agenciamento de Viagens, Cozinha, Eventos, Guia de Turismo, Hospedagem, Lazer, Restaurante e Bar.

Controle e Processos Industriais – Eletrotécnica

Produção Cultural e Design – Artes Visuais, Cenografia, Documentação Musical, Processos Fonográficos, Produção de áudio e Vídeo, Teatro, Design de Móveis

Segurança- Segurança do Trabalho

Infraetrutura – Edificações

Recursos Naturais – Aquicultura, Pesca, Recursos Pesqueiros

Remuneração:

Mediador de Aprendizagem Mensalista (Zona Urbana e Rural) – 20h semanais: R$ 1.500,00

Mediador de Aprendizagem Mensalista (Zona Urbana e Rural) – 30h semanais: R$ 2.250,00

Mediador de Aprendizagem Mensalista (Zona Urbana e Rural) 40h semanais: R$ 3.000,00

Governo e Prefeitura alinham nova fase do Programa Quero Ler em Rio Branco

DSC 0478

O governo do Acre, por meio da Secretaria Adjunta de Alfabetização, se reuniu com representantes municipais, no auditório da Prefeitura, para alinhar a nova etapa do Programa Quero Ler em Rio Branco, que iniciará agora no mês de Agosto.

Com o subsecretário de Alfabetização Evaldo Viana se reuniram o secretário municipal de Educação (Seme), Márcio Batista e representantes de diversos setores municipais, como a Safra (Agricultura), Semsa (Saúde), FGB (Cultura) e Semsur (Limpeza Urbana).

Aos parceiros, o subsecretário Evaldo Viana destacou que a meta do governo é chegar, nesse momento, a 31 mil matrículas no Quero Ler para que até o final de 2018 60 mil jovens e adultos possam estar alfabetizados e prontos para prosseguir nos estudos.

Continuidade, segundo ele, é a palavra que define a política do governo em relação a alfabetização. “Com o certificado do Quero Ler o aluno tem as habilidades básicas e já garante matrícula na Educação de Jovens e Adultos (EJA) para dar seguimento aos estudos”, afirmou.

Até 2018, o governo do Estado pretende reduzir o índice de 16,5% para 4% (ou menos) o índice de pessoas que não conseguem ler e escrever, o que tornará o Acre território livre do analfabetismo.

Na primeira etapa, em Rio Branco, foram abertas 347 turmas. Agora, nesta nova fase, a meta definida com os parceiros municipais é chegar a 200 turmas, com 100 sendo abertas agora no mês de agosto e outras 100 turmas no mês de setembro.

Para o secretário Márcio Batista (Seme), o Quero Ler é um programa extraordinário e que, por não ter receita pronta, permite fazer os ajustes necessários para que se possa vencer os desafios. “Esse programa veio dialogar exatamente com os planos nacional, estadual e municipais de Educação”, disse.

Projeto Jovem Senador tem inscrições até o dia 18 de Agosto

 

O Projeto Jovem Senador, realizado em parceria com as secretarias estaduais de Educação, tem prazo de inscrição até o próximo dia 18 de agosto. Em 2017, acontece a 7ª edição do Projeto e a 10ª edição do concurso de redação, pela qual se viabiliza a inscrição do estudante.


Para participar do Projeto, o estudante deve estar matriculado em uma escola pública de ensino médio (regular, técnica, integral ou EJA), ter no máximo 19 anos e ter disponibilidade para participar da etapa nacional, que acontece entre os dias 27 de novembro e 2 de dezembro de 2017.j


Para realizar a inscrição, cada escola participante seleciona uma redação para representa-la e encaminhada à Secretaria de Educação e Esporte (SEE). Processo de seleção acontece em três etapas, com 27 vencedores (um por Estado). Uma comissão do Senado é responsável pela avaliação das redações finalistas.


Os alunos autores de redações classificadas em primeiro lugar (uma por Estado) são selecionados para a etapa nacional e tomam posse como jovens senadores, durante uma semana, representando o seu Estado da federação. O professor-orientador da redação e a escola também são considerados vencedores.

Entre os objetivos do Projeto Jovem Senador está a contribuição para o processo de formação da cidadania ao incentivar o reconhecimento e o respeito às diferenças, provocar a reflexão sobre os valores morais e éticos que orientam o que é um prática de intolerância e estimular o debate sobre a legislação vigente e as políticas públicas que visam garantir os direitos dos grupos minoritários.

Programa Jovens Embaixadores muda a vida de alunos acreanos

 


“Participar do programa Jovens Embaixadores é um divisor de águas na vida dos estudantes”. Assim a atual jovem embaixadora do estado, Sara Evellyn, de 17 anos, classifica o projeto que, há 11 anos, envia um representante do Acre aos Estados Unidos para intercâmbio de três semanas.


Com o lançamento da 11ª edição do programa, ocorrido esta semana no auditório da Escola Estadual José Ribamar Batista (Ejorb), alunos do ensino médio da rede pública do Estado ganham uma nova oportunidade de expandir os horizontes do conhecimento.embaixadores

Sara, estudante do ensino médio da Escola Estadual José Rodrigues Leite, viajou em janeiro deste ano como jovem embaixadora e conheceu as cidades Portland e Oregon – Estados Unidos, assim como instituições renomadas: National Museum of Natural History, United States Department of State e Lincoln Memorial.


A caminhada para se tornar representante do Acre no exterior não é fácil, e não foi para Sara. Ela tentou em 2015 e não conseguiu, mesmo assim não desistiu e tentou novamente em 2016. “No primeiro ano eu não fui muito longe nas seletivas, mas no ano seguinte percebi que era necessário estudar mais o meu inglês e redação, e assim deu certo, finalmente fui escolhida”, garante.


Agora ela já sonha em morar fora do Brasil, conhecer novas culturas e línguas e melhor ainda, sem dia para retornar para casa.


Feedback

Não demorou muito após o lançamento do programa e dezenas de alunos do primeiro ano da Ejorb procuraram a coordenação do programa para tirar dúvidas e saber como se tornar o novo embaixador jovem do Acre.


A diretora de Inovação da SEE, Cleide Prudêncio, tratou o assunto com os alunos e afirmou que esta é uma chance que os estudantes das escolas públicas têm para conhecer cidades americanas e vivenciar novas experiências a custo zero.


Para Diana Ketlen, que coordena o programa no estado, uma boa preparação nos estudos é fundamental e garante aos alunos interessados em participar um melhor resultado. Diana Ketlen já foi jovem embaixadora em 2009, pela escola Ejorb, formou-se em Inglês e hoje ministra aulas no Centro de Estudo de Línguas (CEL). “Participar dessa ação dá uma nova visão de mundo. Para mim mudou completamente a minha maneira de pensar no futuro”, declara.


Como ser um Jovem Embaixador?

Todo ano há uma nova oportunidade de mudar o rumo na vida dos alunos. Basta acessar a página do Facebook do programa e realizar um cadastro. E para obter sucesso no processo de seleção o aluno precisa:


Estar cursando o ensino médio;
Ter entre 15 e 18 anos;
Fluência em inglês (oral e escrita)
Estar engajado em trabalho voluntário (mínimo 12 meses)

Servidores são recebidos com dia de avaliação física na SEE

 

Pensando na qualidade de vida e na saúde de seus servidores, a Secretaria Estadual de Educação e Esportes do Acre (SEE) montou um verdadeiro centro de atendimento em seu auditório. As atividades de avaliação física duraram dois dias, encerrando nesta segunda-feira, 10.


A ação do governo do estado, realizada por meio da Diretoria de Humanização e a Secretaria de Gestão Administrativa (SGA), reuniu cerca de cinco profissionais da saúde na SEE, que, até a manhã de hoje, atenderam aproximadamente 100 funcionários interessados na avaliação.B


Entre os serviços realizados havia: aferição de pressão, teste de flexibilidade, testes rápidos para detectar sífilis, HIV e hepatites, além de exame PCCU e vacinação.


Para Francisco Almeida, servidor da Divisão de Planejamento da SEE há 13 anos, esse é um momento importante e que faz questão de participar. “Sempre que acontece uma ação como essa, a nós servidores, eu procuro participar, pois tem um papel fundamental na nossa saúde. Eu me sinto valorizado com isso”, acrescenta.


O professor de educação física que acompanhou as atividades na secretaria ressaltou o objetivo da ação. “Nosso objetivo é incentivar os servidores a cuidarem da saúde em todos os aspectos, fomentar o hábito de se cuidar não só por fora, mas por dentro”, destaca Bismarck da Costa.


O dia voltado à avaliação física, que busca identificar possíveis fatores de risco a saúde do servidor, já faz parte do calendário anual das instituições estaduais e conta com a parceria da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) e das faculdades Uninorte e Fameta.

Secretaria de Educação recebe inscrições para o Projeto Jovem Senador até 18 de Agosto

cartaz2

O Projeto Jovem Senador, realizado em parceria com as Secretarias Estaduais de Educação, tem prazo de inscrição até o próximo dia 18 de Agosto. Em 2017, acontece a 7ª edição do Projeto e a 10ª edição do concurso de redação, pela qual se viabiliza a inscrição do estudante.

Os alunos autores de redações classificadas em primeiro lugar (uma por Estado) são selecionados para a etapa nacional e tomam posse como jovens senadores, durante uma semana, representando o seu Estado da federação. O professor-orientador da redação e a escola também são considerados vencedores.

Para participar do Projeto, o estudante deve estar matriculado em uma escola pública de ensino médio (regular, técnica, integral ou EJA), ter no máximo 19 anos e ter disponibilidade para participar da etapa nacional, que acontece entre os dias 27 de novembro e 2 de dezembro de 2017.

Entre os objetivos do Projeto Jovem Senador está a contribuição para o processo de formação da cidadania ao incentivar o reconhecimento e o respeito às diferenças, provocar a reflexão sobre os valores morais e éticos que orientam o que é um prática de intolerância e estimular o debate sobre a legislação vigente e as políticas públicas que visam garantir os direitos dos grupos minoritários.

Para realizar a inscrição, cada escola participante seleciona uma redação para representa-la e encaminhada à Secretaria de Educação e Esporte (SEE). Processo de seleção acontece em três etapas, com 27 vencedores (um por Estado). Uma comissão do Senado é responsável pela avaliação das redações finalistas.  

Inscrições para cursos no Instituto de Matemática, Ciências e Filosofia no Acre iniciam dia 14

 

 

A partir do dia 14 de julho os interessados em participar dos cursos no Instituto de Matemática poderão efetuar inscrição no processo seletivo referente ao 2º semestre deste ano. O instituto, por meio da Secretaria de Estado de Educação e Esporte, oferece ensino gratuito nas áreas de matemática, ciências e filosofia para alunos da rede pública do Estado do Acre, apresentado pelo Coordenador Alessandro Nasserala.

Os interessados deverão preencher e enviar, uma única vez, o formulário de inscrição on-line, disponível no site da Secretaria de Estado de Educação e na fanpage Instituto de Matemática, Ciências e Filosofia do Acre, até o dia 7 de agosto.m

Prioritariamente serão selecionados os alunos da rede pública de acordo com o turno e o curso escolhido no formulário de inscrição on-line. A seleção para o preenchimento das vagas será feita pela ordem de cadastro, juntamente com as especificidades de cada curso.

Os resultados do processo de seleção serão divulgados pela SEE. Conforme necessidade, o número de vagas remanescentes será divulgado neste site e no mural do Imcf.

O instituto de matemática estará à disposição dos candidatos selecionados para os devidos esclarecimentos, na sede ou pelo telefone:  (68) 99955-1497.

Inscrições

No ato da inscrição, os candidatos devem observar os pré-requisitos de cada curso na ficha de inscrição. Alunos menores de idade devem estar acompanhados dos pais ou, em sua ausência, dos responsáveis legais.

No ato da matrícula, o candidato deverá apresentar os documentos comprobatórios relacionados no edital.

Seguem em anexo, o edital e o formulário de inscrição.

https://drive.google.com/file/d/0B1usYC8AHchEbWZuWWdVZ3dTN0ZaQkFhOWdQdXRhMXdhTzhR/view

https://docs.google.com/forms/d/1Xuk6AkdzdDvBqrlgpScqWxSX22h7hd10NJNkh_HYC0A/closedform

 

Inscrições para o prêmio Respostas para o Amanhã estão abertas em todo o país

IMG000000000124226

Estão abertas as inscrições para o prêmio Respostas para o Amanhã. O prazo vai até 14 de agosto e deverão ser feitas somente pelo site www.respostasparaoamanha.com.br.

Podem se inscrever professores de Biologia, Física, Química e Matemática ou outras disciplinas relacionadas às áreas das Ciências da Natureza e da Matemática e suas Tecnologias, que lecionem no ensino médio, em escolas públicas das redes municipais, estaduais e federal.

A ideia do Prêmio é que alunos investiguem e identifiquem na comunidade problemas que possam ser solucionados por meio de um projeto de sustentabilidade desenvolvido junto com professores das respectivas disciplinas.

Além disso procura valorizar a temática da sustentabilidade na escola, o desenvolvimento da pesquisa no campo científico articulando os conteúdos curriculares com as questões cotidianas, o engajamento de turmas valorizando o trabalho colaborativo e a aproximação da escola com a comunidade.

Serão premiados, alunos, professores, diretores e escolas. A cada edição o Prêmio Respostas para o Amanhã traz inovações, ampliando os benefícios para os participantes.

O Prêmio Respostas para o Amanhã é uma iniciativa da Samsung com coordenação geral do Cenpec  – Centro de Estudos e Pesquisa em Educação, Cultura e Ação Comunitária, tem o apoio da Unesco, Reduca, OEI, Consed e outras instituições comprometidas com a oferta de uma educação de qualidade a todas as crianças, adolescentes e jovens brasileiros.

Eliminatórias do Festival Estudantil da Canção acontecem nas regiões do Envira e Purus

DSC 0404

As próximas etapas do Festival Estudantil da Canção (FEC) prosseguem esta semana nas regiões do Envira e Purus. Nesta quinta-feira, 06, será realizada no município de Feijó, no dia 07 em Manoel Urbano e na sexta-feira, 08, as apresentações serão realizadas no Ginásio Dom Júlio Mattioli, em Sena Madureira.

Já na próxima semana, no dia 15 (sábado), as semifinais acontecerão em Porto Acre, na Praça da Vila do Incra. Em Tarauacá, no próximo dia 21 (sexta-feira), a etapa do FEC acontecerá na escola Djalma Batista, em Tarauacá.

O FEC é realizado pelo governo do Acre, por meio da Secretaria de Educação e Esporte (SEE), Fundação Elias Mansour (FEM) e Assessoria Especial de Juventude (Assejuv), em parceria com as prefeituras e relembra os grandes festivais de música e movimenta a juventude nos 22 municípios acreanos.

A grande final será realizada em agosto na Concha Acústica em Rio Branco, mas até lá, mais de 300 apresentações estão previstas, onde serão selecionados um representante de cada município para a grande final, com exceção de Rio Branco, que classificará cinco finalistas e Cruzeiro do Sul, com três.

As etapas eliminatórias iniciaram pelo Alto Acre. Em Brasileia aconteceu no Centro Cultural, em Epitaciolândia na Praça 28 de Abril (Praça do Skate), em Xapuri no auditório do Instituto Federal do Acre (Ifac) e em Assis Brasil as apresentações aconteceram na Concha Acústica.

No Juruá também já aconteceram apresentações nos município de Cruzeiro do Sul, em Rodrigues Alves e também em Mâncio Lima. Em todas as semifinais, a presença da comunidade tem feito do FEC um grande sucesso.

Programa Jovens Embaixadores é lançado no Acre

 

Buscando incentivar a participação de estudantes acreanos no programa Jovens Embaixadores, a Secretaria de Estado de Educação e Esporte (SEE) realizou em Rio Branco uma cerimônia de fomento e divulgação da edição 2018. O programa é uma iniciativa da Embaixada Americana no Brasil que tem o objetivo de selecionar jovens brasileiros das cinco regiões para um intercâmbio de três semanas nos Estados Unidos da América (EUA).


A solenidade foi realizada na Escola Estadual José Ribamar Batista (Ejorb), na terça-feira, 4. Contou com a participação de alunos e representantes da SEE e do Centro de Estudo de Línguas (CEL), além dos ex-jovens embaixadores.foto


Cleide Prudêncio, diretora de Inovação da SEE, disse que a iniciativa é uma oportunidade dos estudantes adquirem mais conhecimentos. “Essa é uma chance que os estudantes das escolas públicas têm para conhecer cidades americanas e vivenciar novas experiências, por meio do contato com novos costumes e culturas”, disse.


A coordenadora do projeto no Acre, Diana Ketlen, ressalta que o programa ajuda a fortalecer o ensino público e ao mesmo tempo transforma estudantes em líderes engajados com as causas sociais. “Os jovens que participam desse intercâmbio sempre voltam com o desejo de querer mudar o mundo, o seu entorno e isso é importante, porque ajuda a formar cidadãos de bem, preocupados com o bem estar de suas comunidades”, destaca.


Jovem Embaixador

A seleção dos jovens é feita anualmente. Os requisitos básicos para participar é ser estudante do ensino médio da rede pública, desenvolver projetos sociais, ter entre 15 e 18 anos e ter fluência em inglês.


Este ano o programa já está em sua 16ª edição e as inscrições já estão abertas e podem ser feitas no endereço: http://www.jovensembaixadores.org/2018/. Mais informações podem ser adquiridas no site do evento e aqui no Acre, no CEL.

Escritor Ilan Brenman palestra para servidores da Educação do Acre

LSP 4411

“Formando leitores dentro da escola: como aproximar os livros das crianças e jovens do século XXI” foi o tema da palestra do escritor Ilan Brenman para professores, coordenadores pedagógicos e de ensino, além de gestores escolares da rede pública. O evento foi realizado na tarde desta terça-feira, 4, no Teatro Plácido de Castro, em Rio Branco.

A governadora em exercício Nazareth Araújo esteve presente e destacou que o governo do Acre é um entusiasta das boas práticas educacionais. “Investimos em práticas que contribuem para a inclusão por meio da educação. Ilan Brenman nos honra em vir ao Acre falar sobre uma nova abordagem para o jovem do século XXI que é tão desafiado pela inovação tecnológica, sem, no entanto, esquecer da importância da literatura para suas vidas”, disse.

Para Ilan Brenman, a literatura é tão essencial para as crianças como o respirar. “História faz parte da infância. Neste encontro, vou compartilhar meus conhecimentos do mundo da literatura, vou tentar contagiar os professores com a paixão que tenho pelas palavras e pelos livros. Quero mostrar a eles que, se não forem modelo de leitores, não adianta achar que literatura é importante. Não podemos esquecer que livro, leitura e desenvolvimento têm uma relação direta”, alertou.

Marco Brandão, secretário de Estado de Educação e Esporte (SEE), frisou que a leitura e a escrita são exercícios necessários para o desenvolvimento da consciência e das pessoas. “A literatura contribui não só para a formação da pessoa, para o mundo escolar, mas ela servirá para todas as áreas de nossas vidas. Mostrar isso é nosso grande intuito”, destacou.

LSP 4508

Ilan Brenman, conhecido como contador de histórias, é doutor em educação pela Universidade de São Paulo (USP) e psicólogo formado pela PUC. Ele é um dos principais escritores de literatura infantil do Brasil, ganhador de diversos prêmios, com mais de 60 publicações.

Desde 2011, os livros do escritor ultrapassaram as fronteiras brasileiras e hoje já são publicados na França, Itália, Alemanha, Polônia, Espanha, Portugal, Suécia, Dinamarca, México, Argentina, Coreia e China.

Atualmente Brenman percorre o Brasil e o mundo ministrando palestras e participando de feiras de livros em escolas, universidades públicas e privadas sobre temas contemporâneos nas áreas de cultura, família, literatura e educação.

Educação prepara 10ª edição do Prêmio Professores do Brasil

matricula2-906x600

A Secretaria de Estado de Educação e Esporte (SEE), por meio da Diretoria de Gestão, prepara-se para a 10ª edição do Prêmio Professores do Brasil, que tem como objetivo compartilhar experiências pedagógicas de professores de escolas públicas de todo o Brasil.

É uma iniciativa do Ministério da Educação (MEC) e tem diversos parceiros públicos e privados, entre os quais o Conselho Nacional de Secretários de Educação (Consed) e a União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação (Undime).

As inscrições para o prêmio podem ser realizadas até 25 de agosto, pelo site www.professoresdobrasil.mec.gov.br. De acordo com o subsecretário de Educação, Evaldo Viana, a ideia do prêmio é disseminar o trabalho e a boa prática educacional dos professores.

É dividido em seis categorias e será realizado em três fases (estadual, regional e nacional), com premiação em cada uma delas. Para o subsecretário, a meta do governo do Estado este ano é aumentar a participação dos professores acreanos, inclusive na etapa nacional.

“Tivemos em 2015 uma experiência de professores com vencedores estaduais que foram encaminhados para a etapa nacional. A ideia este ano é de que cada vez mais se trabalhe para aumentar essa participação, por isso a divulgação nas escolas será fundamental”, disse.

Categorias

Creche – Educação Infantil

Pré-escola – Educação Infantil

1º ao 3º anos – Ensino Fundamental

4º e 5º anos – Ensino Fundamental

6º ao 9º anos – Ensino Fundamental

Ensino Médio

Premiação

Etapa Estadual

Placa de homenagem para 486 professores (três por estado)

Etapa Regional

Troféu

R$ 7 mil

Viagem à Irlanda

Placa de homenagem para as escolas

Etapa Nacional

Troféu

R$ 5 mil

Governo investe mais de R$ 8 milhões no Ensino Médio Integrado

LSP 4197-1

A governadora em exercício Nazareth Araújo participou na manhã desta terça-feira, 4, no auditório da Faculdade da Amazônia Ocidental (FAAO), da aula inaugural dos Cursos Técnicos Integrados ao Ensino Médio. A ação desenvolvida pelo governo é fruto da parceria entre o Instituto Dom Moacyr (IDM), a Secretaria de Estado de Educação e Esporte (SEE) e o Ministério Público do Trabalho (MPT).

Para mais essa modalidade de educação, que alia Educação Básica e Educação Profissional, foram investidos mais de R$ 8 milhões por meio do Programa de Saneamento Ambiental e Inclusão Socioeconômica do Acre (Proser) e MPT, além de recursos próprios do estado.

O público-alvo para a oferta dos cursos foram estudantes de nível médio. Ao todo, 734 foram matriculados.

“Se quisermos ter uma sociedade com jovens bens colocados no futuro, precisamos dar oportunidade de formação para o trabalho. Precisamos dar uma formação que realmente tenha significado para a vida dos nossos jovens, lhe proporcionando formação e oportunidade”, disse Nazareth Araújo.

O novo ensino integrado tem como objetivos oferecer uma formação humana integral, articulação entre trabalho, ciência, tecnologia e cultura, mostrar o trabalho como princípio educativo, elaborar estratégias pedagógicas inovadoras, dando possibilidade ao educando formado de prosseguir seus estudos e exercer uma profissão com competência para se inserir no mercado de trabalho.

LSP 4165

“Hoje o governo escreve uma nova história na educação profissional do Acre. Começamos essa aula inaugural com mais de 700 alunos inscritos em nossos cursos. Ao oferecermos esses cursos estamos tirando vários jovens da ociosidade, estamos mudando a vida dessa juventude. O nosso compromisso é formá-los com qualidade”, destacou a diretora-presidente do Instituto Dom Moacyr, Rita Paro.

Rita Paro ainda fez questão de deixar claro: “o currículo integrado não é um currículo sobreposto. O aluno terá uma jornada de aula diferenciada. Ele irá passar mais tempo na escola, e ao término de três anos, ele sai com uma formação na educação básica e na educação profissional na área que ele escolheu”, esclareceu.

Cursos

Os cursos técnicos oferecidos foram nas áreas de saúde, floresta, design, artes, gastronomia e hospitalidade, sendo eles: Técnico em Enfermagem, Técnico em Saúde Bucal, Técnico em Estética, Técnico em Agroecologia, Técnico em Floresta, Técnico em Design de Móveis, Técnico em Teatro, Técnico em Cozinha e Técnico em Hospedagem.

A execução dos cursos será através da Escola Técnica em Saúde Maria Moreira da Rocha, Escola Roberval Cardoso, Cept Design,  Escola de Gastronomia e Hospitalidade.

LSP 4089

O aluno do curso técnico em Enfermagem, Leonardo Carmo da Silva, falou de sua alegria de ter sido contemplado com uma vaga. “Vou ter um novo destino para minha vida. Vou ter um futuro. Passei duas semanas buscando uma vaga na Escola da Saúde Maria Moreira da Rocha e, graças ao meu esforço, consegui. Estou muito feliz por isso”, revelou.

Quero Ler começa mobilização para matricular mais 14,9 mil pessoas

DSC 0053

Uma grande agenda de mobilização para chamar novos estudantes do programa Quero Ler começa nesta terça-feira, 4, e se estende até o próximo dia 28, em 18 municípios do Acre.

Nesta terceira etapa, o objetivo é o de oferecer acesso à alfabetização para mais 14.926 pessoas, perfazendo 1.169 novas turmas, como parte dos esforços do governador Tião Viana para a erradicação do analfabetismo até 2018.

Conforme Evaldo Viana, coordenador do Quero Ler, a partir desta terça-feira, 4, equipes de mobilização estarão reunidas com diversos órgãos da administração pública e com instituições não governamentais, num grande levante em prol do aprendizado dos acreanos que ainda não aprenderam a ler nem escrever.

Paralelamente ao chamamento, segundo Viana, será realizada a 2ª Jornada de Alfabetização, entre os dias 17 e 21, sendo que este último dia 21 será considerado o dia D das matrículas.

“Antes de tudo, queremos que as pessoas que ainda não estão estudando se conscientizem de que aprender a ler e a escrever é algo precioso para suas vidas, e que as tornam ainda mais importantes para o mundo”, ressalta Evaldo Viana.

Das 18 cidades, oito têm programações específicas para o Quero Ler. São aquelas cujos alunos já estão em estágio avançado nos seus estudos.

“Chegamos aos 22 municípios nesta segunda etapa, já formamos sete mil pessoas e outras oito mil estão terminando graças aos esforços de todos os nossos colaboradores e aos esforços do governo”, afirma Viana.

A meta até o final de 2018 é alfabetizar 60 mil pessoas, sendo que desde 2015, ao menos 15 mil já concluíram, outros 15 mil começam agora e mais 10 mil em setembro, além do que outros mil estudantes estarão matriculados pelo programa Brasil Alfabetizado.

O total é de 41 mil pessoas, que se somarão a mais 10 mil em fevereiro e a outros 9 mil, em junho de 2018.

 

 

Educação abre processo seletivo para cursos técnicos

tecnico

Educação abre processo seletivo para cursos técnicos

A Secreteria de Estado Educação e Esporte abre processo seletivo para 1202 vagas em cursos técnicos nas áreas Ambiente e Saúde, Controle e Processos Industriais, Gestão e Negócios, Informação e Comunicação, Infraestrutura, Produção Cultural e Design, Recursos Naturais, Segurança, Turismo, Hospitalidade e Lazer.

As vagas serão distribuídas para os alunos do Ensino Médio dos municípios Assis Brasil, Bujari, Capixaba, Cruzeiro do Sul, Plácido de Castro, Porto Acre, Rio Branco e Tarauacá. Os cursos integram o Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego - Pronatec. Para mais informções, confira o edital: https://drive.google.com/open?id=0B09Dh0aSYkjCUGdsV3R1ZXlIR2JLZ3oyMFAxRjJFRUc1bGhr

Escritor Ilan Brenman palestra no Acre

cfk1338-sharp 25378762109 o

O escritor brasileiro Ilan Brenman visitará o Acre no começo de julho. Durante sua passagem pela região ministrará uma palestra para os acreanos sobre literatura infantil.

A conferência tem como tema “Formando leitores dentro da escola: como aproximar os livros das crianças e dos jovens no século XXI”. O evento será realizado no Teatro Plácido de Castro (Teatrão) no dia 4 de julho, às 14h30.

Professores e equipes gestoras da rede pública participarão da atividade. ” A visita do escritor é  fruto da articulação da Secretaria Estadual de Educação e Esporte (SEE) com a editora Santillana, como forma de fortalecer o Programa Literamundo: Tecendo Letras”, explica o chefe da pasta, Marco Brandão.

Tecendo Letras é um projeto criado recentemente pela SEE com o objetivo de fomentar a criação de clubes de literatura nas escolas públicas acreanas e promover a realização de ações literárias em diferentes espaços públicos da região.

O escritor

 

Brenman é um dos mais conceituados escritores de literatura infantil da atualidade. Tem mais de 70 livros publicados. Suas obras ultrapassam as fronteiras nacionais. Atualmente tem publicações traduzidas em países como França, Itália, Alemanha, México e China.

Entre as suas publicações, destaca-se o Best-Seller “Até as Princesas Soltam Pum”, uma publicação infantil que retrata de maneira criativa a forma como o pai de Laura responde a indagação da filha sobre os comportamentos das princesas.

Paratleta acreano vai representar o Brasil no Mundial de Jovens na Suíça

19642332 1707691662860882 6148454450585476065 n

O acreano Lucas Damasceno foi um dos convocados pelo Comitê Paralímpico Brasileiro (CPB) para compor a seleção que vai representar o Brasil no Mundial de Jovens de Atletismo Paralímpico 2017, em Nottwil, na Suíça.

O paratleta é um dos dez brasileiros que vão compor a Seleção Brasileira de Atletismo para Jovens que disputa o campeonato, de 3 a 6 de agosto deste ano. Damasceno tem 18 anos e vai concorrer na modalidade de atletismo.

Entusiasmado, ele conta que está lisonjeado com a convocação e espera conseguir um bom resultado. “Recebi com muita emoção! Espero trazer a medalha e representar bem meu estado e meu país. Vou tentar baixar o recorde e ficar cada vez mais em uma posição melhor”, diz.

Seleção

 

A seleção é feita com base na classificação dos rendimentos dos atletas em competições nacionais, de acordo com a classe funcional de cada um, ou seja, nível de deficiência do atleta. A categoria de Lucas é T35, que é para atletas com paralisia cerebral.

O acreano foi escolhido porque o índice dele ficou entre os 10 melhores do país. Atualmente o jovem tem a marca de 14,36 segundos nos 100 metros e em sua classe funcional é o segundo com a melhor pontuação no país. No quesito faixa etária (15 a 20 anos), ele é o primeiro do Brasil.

O treinador do acreano é o professor de educação física, do Centro de Atendimento Especializado Dom Bosco, Clodoaldo Melo. Satisfeito com o resultado ele explica o que significa para o esporte a conquista do aprendiz, “A partir dessa convocação o Lucas deixa de representar o Acre e passa a representar o Brasil”, ressaltou.

Preparação

 

Damasceno treina de segunda a sexta-feira, de duas a três horas por dia na pista e também na academia. A professora Rakel Thompson, é outra que auxilia Lucas e mais 15 alunos do Dom Bosco com necessidades especiais. De acordo com a docente a conquista do acreano é uma vitória pessoal do estudante, mas reflete também o esforço de uma grande equipe.

“No Dom Bosco tem um grupo de profissionais especializados, que trabalham para que essas crianças sejam atendidas e tenham acesso a serviços que ajudam a melhorar sua qualidade de vida e  o esporte é uma dessas atividades, que ajudam na reabilitação, mas também na  socialização desses estudantes. além disso proporciona conquistas como essas”, diz.

Dom Bosco

O Dom Bosco é um órgão do Ensino Especial da Secretaria de Estado de Educação e Esporte (SEE) que atende estudantes acreanos com necessidades visuais, intelectuais, psicológicas e físicas.

Edição 2018 do programa Jovens Embaixadores será lançada no Acre

Jovens Embaixadores1-1

O governo do Estado, por meio da Secretaria de Educação e Esporte (SEE), lança na próxima terça-feira, 4, em Rio Branco, a 16ª edição do programa Jovens Embaixadores.

O lançamento será às 9h30, no auditório da Escola Estadual José Ribamar Batista (Ejorb). O programa proporciona intercâmbio de alunos brasileiros para os Estados Unidos da América (EUA).

A iniciativa é voltada para jovens da rede pública de ensino que são exemplos em suas comunidades por meio de sua liderança e voluntariado, excelência acadêmica e conhecimento da língua inglesa.

Jovem Embaixador

 

Anualmente o projeto envia 50 jovens das cinco regiões do país para passar três semanas no exterior. Os estudantes selecionados conhecem as cidades norte-americanas e participam de atividades sociais, políticas, educacionais e culturais.

O projeto foi criado pela Embaixada Americana no Brasil em 2002. Desde então, 517 jovens brasileiros já participaram da experiência. No Acre o programa atua desde 2006 e já encaminhou 10 estudantes acreanos.

A última jovem embaixadora Acreana foi Sarah Evellyn, estudante do ensino médio da Escola Estadual José Rodrigues Leite. Ela viajou em 2017 e conheceu cidades como Portland, no estado de Oregon, e conheceu instituições conceituadas como o National Museum of Natural History, United States Department of State e Lincoln Memorial.

Inscrições

 

Os interessados em participar da edição deste ano podem fazer as inscrições até 9 de agosto, pelo site do evento: http://www.jovensembaixadores.org/2018. Podem se inscrever estudantes de escolas públicas com idade entre 15 e 18 anos.

 

'Educação convoca classificados no Bolsa Alfabetizador'

brasil-alfabetizado1

PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO PARA CONCESSÃO DE BOLSA DO

PROGRAMA QUERO LER

EDITAL No 40/2017/SEE, DE 04 DE JULHO DE 2017.

A Secretaria de Estado da Educação e Esporte – SEE, considerando a disposição

contida na META 9 da Lei Federal no 13.005, de 25 de junho de 2014, c/c a Lei Estadual no

2.965, de 2 de julho de 2015, Lei Estadual no 3.129, de 23 de maio de 2016 e o Decreto

Estadual no 5.066, de 12 de julho 2016, TORNA Pública a 1a Convocação dos candidatos

classificados e selecionados para a Bolsa Alfabetizador do Programa Quero Ler a

comparecerem nos endereços descritos neste Edital para receber orientações de como

proceder para a formação de turmas, em atendimento ao item 2.1.1 do Edital de Abertura

deste Processo Seletivo Simplificado, acima referido, conforme relação abaixo:

ACESSAR EDITAL

Diálogo ajuda estudantes a melhorar autoestima na escola

A3

Em Plácido de Castro, secretário Marco Brandão dialogou com mais de 1,4 mil estudantes (Foto: Stalin Melo)

O bate-papo realizado pelo secretário de Estado de Educação e Esporte (SEE), Marco Brandão, em todos os 22 municípios acreanos tem ajudado os estudantes a melhorar a autoestima, fazendo-os tomar gosto pelos estudos e pela aprendizagem.

Nesta quinta-feira, 29, a conversa se deu em Plácido de Castro. O local escolhido foi o templo da Igreja Assembleia de Deus, no centro da cidade, onde teve a oportunidade de dialogar com mais de 1,4 estudantes do ensino infantil ao ensino médio.

O secretário se reencontrou com a estudante Natália Brás, da escola João Ricardo Freitas. Desde o ano passado, quando ouviu a palestra, ela passou a estudar 10 horas por dia. “Eu sei que só depende de mim superar todas as dificuldades para que possa me formar e alcançar os meus sonhos”, disse.

As palestras têm estimulado alunos a ver a educação com outros olhos. Sandrelly Moreno, por exemplo, que também estuda na João Ricardo, diz que a conversa com o secretário Marco Brandão ajuda a conscientizar sobre a necessidade e a importância de estudar.

 

A4

Nas palestras, interação com os estudantes é fundamental (Foto: Stalin Melo)

 Do encontro com o secretário participaram estudantes das escolas José Francisco da Silva, Franklin Roosevelt, João Ricardo de Freitas e Manoel Barros, que aprenderam um pouco mais sobre a importância de avançar nos estudos e, sobretudo, como aproveitar melhor o tempo para conhecer e aprender a aprender.

 

Mais de 30 mil alunos são atendidos pelo Centro de Línguas em seis anos

A1

O CEL tem turmas no Baixo Acre, Alto Acre e também no Juruá (Foto: Mardilson Gomes/SEE)

 

Desde 2011, a população acreana dispõe de um órgão que oferece formação em idiomas estrangeiros de forma totalmente gratuita.  Esse espaço é o Centro de Estudos de Línguas (CEL), que dispõe de cursos em espanhol, francês, inglês, italiano e libras. Em seis anos, foram atendidos cerca de 32 mil estudantes.

As aulas são oferecidas na capital, Rio Branco, mas também nos municípios do interior, como Cruzeiro do Sul, Brasileia e Epitaciolândia. Na região do Juruá e do Alto Acre as turmas são ofertadas por meio dos Núcleos de Estudos de Línguas (NELs).

Atualmente, o CEL tem 4.797 mil estudantes matriculados. Só em Rio Branco são 4.314; no Juruá, 334; e no Alto Acre, 149. Para o segundo semestre de 2017, foi divulgado recentemente edital disponibilizando mais 655 vagas.

O CEL foi criado pelo governador Tião Viana e faz parte da estrutura da Secretaria de Estado de Educação e Esporte (SEE). Foi criado visando ofertar cursos para estudantes da rede publica, mas, pela grande demanda, a entidade abriu espaço também para pessoas da comunidade.

Alunos

A2

Marcelo Pinheiro estudou inglês no CEL e hoje cursa graduação na área (Foto: Diego Gurgel/Secom)

 

Um dos estudantes que passaram pela instituição é o acadêmico de Letras/Inglês da Universidade Federal do Acre (Ufac), Marcelo Pinheiro. Ele concluiu a educação básica toda em escola pública e fez o curso de inglês em Rio Branco.

“Considero esse espaço um dos mais importantes do Acre, porque possibilita que qualquer pessoa faça um curso de línguas estrangeiras de graça e com excelentes mestres”, disse.

Segundo Pinheiro a oportunidade que teve abriu portas para o futuro e ampliou sua visão de mundo. “O CEL me ensinou a sonhar e despertou em mim o desejo de querer coisas maiores. Aqui os professores me mostraram com seus exemplos de vida, que mesmo eu sendo de um bairro periférico, poderia chegar onde eu quisesse, porque não estava aprendendo só uma segunda língua, mas mergulhando em outras culturas e identidades, conhecendo outros mundos”, declarou.

De aluno a professor

Pinheiro fez todos os oito módulos do curso e atualmente cursa o terceiro período da graduação. “Sempre gostei da língua e me identificava com direito, jornalismo e psicologia. Só que depois que comecei a estudar inglês, me convenci de que era isso mesmo que eu queria, porque vi nos professores aquilo que eu sonha ser, e resolvi fazer licenciatura para seguir a carreira docência”, conta.

O acadêmico conta ainda que criou vínculos com a instituição e depois que concluir a graduação pretende voltar como docente. “Aqui eu aprendi todo o meu inglês, na faculdade eu estou só aperfeiçoando. Quero retribuir o investimento ajudando outras pessoas a aprender também”, explica.

Língua latina

O cruzeirense Antônio Cassiano é outro aluno da universidade federal que já passou pelo CEL. Fez os primeiros módulos de espanhol e atualmente está fazendo faculdade na área.

“É engraçado, porque quando eu fui estudar espanhol, queria aprender apenas falar o básico, para viajar pela América Latina, mas gostei tanto que resolvi me especializar e fazer uma graduação”, conta.

 

Governo realiza aula inaugural de cursos técnicos integrados ao ensino médio

 

all

O governo do Acre, por meio do Instituto Dom Moacyr (IDM) e da Secretaria de Estado de Educação e Esporte (SEE), realiza amanhã, 4, às 9 horas, a aula inaugural dos cursos técnicos integrados ao ensino médio. O público-alvo para a oferta dos cursos são estudantes de nível médio. Ao todo, 734 estão matriculados.

O novo ensino integrado tem como objetivo: a formação humana integral, articulação entre trabalho, ciência, tecnologia e cultura, mostrar o trabalho como princípio educativo, elaborar estratégias pedagógicas inovadoras, dando possibilidade ao educando formado de prosseguir seus estudos e exercer uma profissão com competência para se inserir no mundo do trabalho.

Os cursos técnicos oferecidos são nas áreas de saúde, floresta, design, artes, gastronomia e hospitalidade.

A execução dos cursos será pela Escola Técnica em Saúde Maria Moreira da Rocha, Escola Roberval Cardoso, Cept Design, Usina de Arte e Escola de Gastronomia e Hospitalidade.

O Instituto Dom Moacyr já formou mais de 50 mil jovens ao longo de sua existência em diversas áreas de atuação.

Confira a lista dos cursos:

Técnico em Enfermagem;

Técnico em Saúde Bucal;

Técnico em Estética;

Técnico em Agroecologia;

Técnico em Floresta;

Técnico em Design de Móveis;

Técnico em Artes Visuais;

Técnico em Instrumento Musical;

Técnico em Produção de Áudio e Vídeo;

Técnico em Teatro;

Técnico em Cozinha e Técnico em Hospedagem.

SEE divulga lista de candidatos classificados do Bolsa Alfabetizador do Programa Quero Ler

A Secretaria de Educação e Esporte do Acre (SEE) torna público a 1ª convocação dos candidatos classificados e selecionados para ingressarem no Bolsa Alfabetizador do Programa Quero Ler.foto menor

Os candidatos deverão comparecer no dia 11 de julho, nos municípios de Acrelândia, Assis Brasil, Bujari, Capixaba, Cruzeiro do Sul, Feijó, Jordão, Mâncio Lima, Manoel Urbano, Plácido de Castro, Porto Acre, Porto Walter, Rodrigues Alves, Santa Rosa e Sena Madureira e exceto o município de Senador Guiomard que será dia 12 de julho, portando os documentos pessoais nos horários e nos seguintes endereços, mencionados no Edital, para receber instrução de como proceder para a formação de turmas e atendimento deste Processo Seletivo Simplificado.

O quadro de alfabetizadores deve ser composto, preferencialmente, por professores da rede pública, onde os profissionais recebem uma bolsa para desenvolver esse trabalho, no contraturno de suas atividades. Vale ressaltar que qualquer cidadão com nível médio completo pode se tornar um alfabetizador do programa. Ele deve cadastrar-se ao órgão de educação onde receberá formação adequada.

Segue o Edital 

https://drive.google.com/file/d/0B1usYC8AHchEWFZPU05YbXl0ZnZUYUlqTEVDeVB4U01pRmtz/view

SEE divulga edital com resultado do processo seletivo para cursos técnicos do IDM



A Secretaria de Educação e Esporte do Acre (SEE) torna público edital com o resultado final do processo seletivo para cursos técnicos ofertados a alunos do ensino médio. Os cursos serão ministrados pelo Instituto Dom Moacyr (IDM).

Irão participar aqueles alunos que estão no primeiro ou segundo ano do ensino médio. O critério de escolha para as escolas que integrarão os cursos e os alunos que farão parte do programa se deu por meio de sorteio.foto saude bucal


O objetivo do ensino técnico integrado a educação básica é a formação humana integral, articulação entre trabalho, ciência, tecnologia e cultura, trabalho com princípios educativos, pesquisa com princípio pedagógico e estratégias pedagógicas ativas.

As inscrições foram feitas nas próprias escolas públicas do estado. Os cursos serão executados pelas unidades descentralizadas do IDM, cada um em sua especialidade.

Acesse o link 

https://drive.google.com/open?id=0B1usYC8AHchEODlhX0VyTkU1NUJHQUxWWXNXQlE1QVZlMGYw 

Bate Papo do secretário Marco Brandão ajuda na auto-estima dos estudantes

DSC 0100

O bate papo realizado pelo secretário de Educação e Esporte (SEE) Marco Brandão, em todos os 22 municípios acreanos, tem ajudado os estudantes a melhorar a auto-estima, fazendo-os tomar gosto pelos estudos e pela aprendizagem.

Nesta quinta-feira, 29, o bate papo aconteceu em Plácido de Castro. O local escolhido foi o templo da Igreja Assembleia de Deus, no centro da cidade, onde teve a oportunidade de dialogar com mais de 1,4 estudantes, desde o ensino infantil até o ensino médio.

Lá, ele teve reencontrou a estudante Natália Brás, da escola João Ricardo Freitas. Desde o ano passado, quando ouviu a palestra do secretário, ela passou a estudar 10 horas por dia. “Eu sei que só depende de mim superar todas as dificuldades para que possa me formar e alcançar os meus sonhos”, disse.

As palestras têm estimulado alunos a ver a educação com outros olhos. Sandrelly Moreno, por exemplo, que também estuda na João Ricardo, diz que a conversa com o secretário Marco Brandão “nos ajuda a se conscientizar sobre a necessidade e a importância de estudar”, faz questão de dizer.

DSC 0022

Do encontro com o secretário participaram estudantes das escolas José Francisco da Silva, Franklin Roosevelt, João Ricardo de Freitas e Manoel Barros, que aprenderam um pouco mais sobre a importância em avançar nos estudos e, sobretudo, como aproveitar melhor o tempo para a conhecer e a aprender a aprender. 

Governo paga nesta sexta subsídio para servidores das escolas de ensino integral

O governo do Estado, por meio da Secretaria de Educação e Esporte (SEE), libera mais de R$ 630 mil para pagar as bolsas dos profissionais das escolas de ensino integral. Os recursos estarão na conta corrente dos 324 profissionais bolsistas nas primeiras horas desta sexta-feira, 30.

a3

Professor da escola José Ribamar Batista em atividade de robótica com estudante: valorização do profissional é prioridade (Foto: Mardilson Gomes/SEE)

Segundo a Coordenação da Folha de Pagamento da SEE, as bolsas são retroativas ao dia 3 de abril, ou seja, estão sendo pagas três meses de bolsas, incluindo a última deste mês de junho, com valores que variam de R$ 400 a R$ 1,6 mil.

Neste caso, os 114 servidores de apoio vão receber cada um R$ 1.170. O maior número de beneficiários é de professores – 203 no total -, que receberão cada um R$ 2.346 pelo trimestre. Este mesmo valor está sendo depositado para os sete auxiliares de coordenador-geral e para os sete coordenadores administrativos. Já os sete gestores das escolas integrais recebem individualmente R$ 4.693.

Vale ressaltar que, após isso, eles continuam recebendo normalmente as bolsas, todo mês, com os respectivos valores.

No último dia 6, a Assembleia Legislativa do Estado do Acre (Aleac) aprovou o projeto de lei do Executivo que concedeu bolsas remuneratórias aos educadores que atuam nas sete escolas do ensino integral em Rio Branco.

Antes disso, professores e técnico-administrativos dessas instituições tinham pactuado que as aulas começariam em abril, inicialmente sem as bolsas, até que elas fossem regulamentadas pelos deputados estaduais.

Escritor Ilan Brenman palestra sobre literatura infantil no Acre

a1

Ilan tem mais de 70 livros publicados (Foto: Divulgação)

O escritor brasileiro Ilan Brenman visitará o Acre no começo de julho. Durante sua passagem pela região ministrará uma palestra para os acreanos sobre literatura infantil.

A conferência tem como tema “Formando leitores dentro da escola: como aproximar os livros das crianças e dos jovens no século XXI”. O evento será realizado no Teatro Plácido de Castro (Teatrão) no dia 4 de julho, às 14h30.

Professores e equipes gestoras da rede pública participarão da atividade. ” A visita do escritor é  fruto da articulação da Secretaria Estadual de Educação e Esporte (SEE) com a editora Santillana, como forma de fortalecer o Programa Literamundo: Tecendo Letras”, explica o chefe da pasta, Marco Brandão.

Tecendo Letras é um projeto criado recentemente pela SEE com o objetivo de fomentar a criação de clubes de literatura nas escolas públicas acreanas e promover a realização de ações literárias em diferentes espaços públicos da região.

O escritor

Brenman é um dos mais conceituados escritores de literatura infantil da atualidade. Tem mais de 70 livros publicados. Suas obras ultrapassam as fronteiras nacionais. Atualmente tem publicações traduzidas em países como França, Itália, Alemanha, México e China.

Entre as suas publicações, destaca-se o Best-Seller “Até as Princesas Soltam Pum”, uma publicação infantil que retrata de maneira criativa a forma como o pai de Laura responde a indagação da filha sobre os comportamentos das princesas.

“Instituto de Matemática oferece conhecimentos que servem pra vida”, diz aluna

 

“O Instituto nos dá conhecimentos que servem pra vida.” Estas são as palavras da estudante Jamilly Saad, uma das 18.216 mil pessoas atendidas pelo Instituto de Matemática, Ciência e Filosofia (IMCF) do Acre. No instituto ligado à Secretaria de Estado de Educação e Esporte (SEE), Jamilly já fez os cursos de Matemática Lógica, Xadrez e Robótica.


Estudante do 3º ano do ensino médio na escola São João Batista, ela diz que os ensinamentos do IMCF são importantes, porque suprem as carências de formações nessas áreas.matematica


“A matemática é uma especialidade difícil de encontrar em cursos e, quando tem, é muito caro. Por isso acho importante a proposta desse estabelecimento, por ser totalmente gratuita e com professores qualificados”, diz.
O estudante Daniel Oliveira frequenta o IMCF desde 2015 e durante esse tempo já fez seis cursos e uma oficina. “Gosto daqui porque posso aprimorar meus conhecimentos e me especializar em diferentes campos científicos”, explica.


Oliveira está no último ano do ensino médio e diz que vai fazer faculdade de psicologia e que os cursos vão ser um diferencial na carreira, além de muito úteis quando for fazer o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem).


“A escola ensina os conteúdos que estão na grade curricular, que são bons e necessários, mas quem vai além e busca complementar esses conhecimentos, já está um passo a frente da maioria. E aqui é um excelente local para isso, porque tem mestres que ajudam você na sua individualidade”, diz.


Frutos

Daniel é um dos destaques da instituição e o cubo mágico é uma de suas habilidades. Tanto que foi um dos vencedores do 1º Torneio de Cubo Mágico realizado no Acre. “Venci na categoria 3/3 e estou muito feliz. Agora pretendo ajudar o Instituto a levar isso para outras pessoas”, conta.d


Sobre o instituto

O IMCF foi criado em 2014 pelo governador Tião Viana. Em três anos de atuação, atendeu 18,216 mil acreanos. Só no primeiro ano de implantação foram 1.234. Em 2015 mais 6.324, e no ano passado, 8.621. Este ano apenas no primeiro semestre foram 2,037.


No espaço são oferecidas atividades educacionais que complementam o currículo escolar, contribuem com o desenvolvimento de novas habilidades e aumentam a qualidade da educação acreana. Todos os serviços são gratuitos e disponibilizados para o público em geral.


De exatas a humanas, o instituto oferta em sua grade cerca de 15 cursos semestralmente. “Buscamos ofertar atividades inovadoras que possibilitem a formação da nossa população em diferentes ramos”, explica Alessandro Nasserala, coordenador do espaço.


O IMCF faz parte do Centro de Referências e Inovações para a Educação (CRIE), da Secretaria Estadual de Educação e Esporte (SEE). Está localizado no antigo Mira Shopping, centro de Rio Branco.

Secretaria de Educação e parceiros realizam ação cultural em Sena Madureira

sena2

A Secretaria de Educação e Esporte (SEE), em parceria com a Secretaria Municipal de Educação (SEME), por meio do Centro de Multimeios e o Grupo do Palhaço Tenorino (GPT), realizaram ações culturais nas escolas de Sena Madureira.

As ações foram desenvolvidas nas escolas Raimundo Hermínio de Melo e Assis Vasconcelos e envolveu alunos do ensino fundamental. Além dos jogos educativos, aconteceu também oficina de teatro e contação de historia para os estudantes.

Pela parte da manhã, as atividades aconteceram na Raimundo Hermínio de Melo, onde foi realizada a apresentação da peça teatral “A Menina e o Palhaço”. Depois, a peça “O Livro da Alegria” reuniu um público de mais de 600 alunos.

Além dessas atividades, foi realizada também a oficina de canto e contação de história, que contou com uma participação efetiva dos estudantes, principalmente os do 9º ano do ensino fundamental.

Nas ações culturais realizadas pelos parceiros, houve um envolvimento efetivo dos alunos. “Ficamos muito felizes em dividir esses momentos com os estudantes aqui de Sena Madureira”, fez questão de dizer Marilia Bonfim, integrante do GPT. 

CONVOCAÇÃO Lei de Incentivo ao Esporte 2017

convocação

CONVOCAÇÃO

A Secretaria de Educação e Esporte (SEE) por meio da Secretaria Adjunta de Esporte convoca os proponentes classificados na primeira etapa (caráter objetivo) do processo de avaliação de projetos esportivos, regido pela Lei de Incentivo ao Esporte - Edital Nº 025/2017, para participarem de entrevistas com a comissão de avaliação (CAP).

A entrevista é a segunda etapa do processo de avaliação dos projetos, nomeada de caráter subjetivo, que tem como objetivo esclarecer dúvidas dos avaliadores ao analisar o projeto físico, bem como os avaliadores conhecerem um pouco sobre os projetos apresentados, e sobre a experiência que os proponentes têm com atividades esportivas. O não comparecimento na entrevista implicará na desclassificação do projeto. Com Exceção dos proponentes dos municípios de Santa Rosa, Jordão, Porto Walter e Marechal Thaumaturgo, onde as entrevista ainda não serão realizadas.

Confira aqui a lista dos projetos/proponentes convocados (as), com o local e horário da entrevista.

https://drive.google.com/open?id=0B09Dh0aSYkjCM0NJZDBPZEpDdmJPUWJEVERhM2pxU1FaVDFN

Os proponentes/projetos que não constam na lista de convocação para a entrevista, foram desclassificados na primeira fase de avaliação, por descumprimento do edital 2017 da Lei de Incentivo ao Esporte. Em caso de dúvidas, procurar a Gestão da Lei de Incentivo ao Esporte, na secretaria Adjunta de Esporte, situada no Estádio Arena da Floresta, ou através do e-mail O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo. ou telefone 3901-3005.

Rio Branco-Acre, 28 de junho de 2017.

Shirley Maria da Silva Santos

Secretária Adjunta de Esportes

Educação contrata mais servidores técnicos-administrativos

 


O Governo do Estado do Acre empossou mais uma centena de novos servidores do corpo técnico-administrativo aprovados no concurso de 2013 da Secretaria de Estado de Educação e Esporte, a SEE, em solenidade nesta terça-feira, 27, no auditório da instituição.

As novas contratações fazem parte dos esforços da administração do governador Tião Viana pela valorização da rede pública de ensino, garantindo mais qualidade à comunidade escolar de todo o estado.solenidade


O ato de assinatura dos contratos com as presenças do secretário da SEE, Marco Brandão, e da secretária de Estado de Gestão Administrativa, Sawana Carvalho, consolida um novo tempo para as escolas que precisam de servidores que deem suporte à docência, sobretudo, aquelas mais distantes, localizadas na zona rural.

Um dos novos servidores é Ociclay Lima. “Esta é uma oportunidade de realizar o sonho de continuar colaborando com a educação”, diz ele, que é formado em matemática e também leciona por meio de contrato provisório.
De acordo com o programado pela Educação, os novos profissionais começam a trabalhar imediatamente, ou seja, já nesta quarta-feira, 28.

Nas palavras de Brandão, a posse dos novos servidores da casa permite que o governo do estado do Acre avance significativamente rumo ao que ele classificou de “universalização da Educação”.

“Nossos esforços são por uma Educação cada vez mais inclusiva. Que ela seja pública e gratuita, mas que também seja de qualidade e que possa atender à demanda de nossas famílias. Neste sentido, damos boas-vindas aos nossos novos colegas, que com certeza somarão forças com a gente”, afirmou o secretário Marco Brandão.

Educação empossa novos servidores nesta terça-feira

 

A Secretaria de Estado de Educação e Esporte (SEE) terá reforço no quadro efetivo de pessoal ainda este mês, isso porque nesta terça-feira, 27, serão empossados novos servidores técnico-administrativos.


O evento será realizado em Rio Branco, no auditório da instituição, às 16 horas. Os novos servidores irão desenvolver atividades na área de apoio administrativo educacional nível II e serão lotados de acordo com as necessidades da SEE.posse


Foram convocadas 187 pessoas. Os que cumpriram todas as exigências do edital começam a trabalhar de imediato, logo após a posse. Alguns serão lotados na sede administrativa da instituição na capital e outros atuarão em escolas urbanas e rurais e nos núcleos dos municípios do interior do estado.


O governador Tião Viana, o secretário de Educação e Esporte, Marco Brandão, a secretária de Gestão Administrativa, Sawana Carvalho, e outras autoridades locais participarão da solenidade.

Caminhada pela Paz alerta contra o uso abusivo de drogas

Conscientizar é preciso. E foi com este intuito que o governo do Estado realizou, na manhã desta sexta-feira, 23, a 3ª Caminhada pela Paz. A ação contou com a participação de professores, alunos e da comunidade com o objetivo de prevenir e combater o uso de drogas nas escolas da capital.

a1

Estudantes de escola na Baixada da Sobral seguram cartazes com palavras de conscientização contra o uso de drogas (Foto: Thiago Bezerra/SEE)

 

O evento teve como ponto de concentração a Paróquia Cristo Libertador e seguiu até a praça do Mercado Luiz Galvez, mais conhecido como Mercado da Semsur.

A passeata faz parte da 5ª Semana Estadual sobre Drogas, que tem ações em todo o Acre, organizada pelo gabinete da vice-governadora Nazareth Araújo, também do projeto “De Mãos Dadas com a Escola” . No Acre, a semana é coordenada pelo Comitê Estadual de Enfrentamento ao Crack e outras Drogas e pelo Comitê Estadual de Entorpecentes.

O objetivo foi conscientizar os estudantes para o sentimento de paz e contra a violência.

O secretário-adjunto de Educação, Evaldo Viana, destacou a importância destas ações. “Este movimento é importante para que o jovem tenha consciência quanto aos malefícios causados pelo uso de drogas. A caminhada é uma forma de mensagem à sociedade de que o uso de entorpecentes não traz bons resultados”, pontuou Viana.

Durante todo o percurso, servidores de várias outras pastas e instituições também distribuíram panfletos educativos. Eles representavam as secretarias de Gestão Administrativa e de Justiça e Direitos Humanos. Participaram também representantes do Instituto de Administração Penitenciária e do Tribunal de Justiça do Estado do Acre.

a2

Caminhada teve a participação de diversas instituições (Foto: Thiago Bezerra/Asscom SEE)

 

“Diversas instituições governamentais e não governamentais estão dando um grande apoio neste evento, que já está na 5ª edição. A ideia é ampliar as discussões e fazer reflexões quanto ao uso indevido de drogas”, afirmou Susie Lamas, representante do gabinete da vice- governadora do Estado.

Ela ressalta que mobilizações como essas “lançam uma semente dentro da comunidade para que os jovens comecem a entender a possibilidade em dizer não, de não ao envolvimento com o mundo das drogas, com o tráfico e com a violência”.

O estudante do ensino médio da escola estadual José Ribamar Batista – Ejorb, João Victor, 18 anos, acredita que a ação surtirá efeito satisfatório, sobretudo entre os adolescentes da comunidade.

“Creio que essa caminhada serviu para a conscientização e esclarecimento de muitos adolescentes de várias escolas aqui do nosso Estado. Foi como forma de reflexão, onde é melhor estar nas escolas, trabalhando ou fazendo algo do que estar usando drogas”, avaliou.

“Agora só não estuda quem não quer”, diz aluna do Quero Ler

a10

Em Epitaciolândia, 573 alunos estudam no Programa Quero Ler (Foto: Stalin Melo)

Em Epitaciolândia, o desafio de aprender a ler e a escrever está presente para 573 alunos, sendo 407 na zona urbana e 166 na zona rural, divididos em 37 turmas, todas ainda da primeira etapa do Programa Quero Ler, lançado pelo governador Tião Viana.

Entre esses estudantes está Maria das Graças Venâncio Gomes, a Madona, para quem o programa é uma excelente oportunidade oferecida pelo governo, por meio da Secretaria de Estado de Educação e Esporte (SEE), para voltar à sala de aula. “Agora, só não estuda quem não quer”, faz questão de dizer.

a11

Maria das Graças, a Madona, estuda para recuperar o tempo perdido (Foto: Stalin Melo)

Aos 38 anos, ela é natural de Sena Madureira e somente agora está tendo chance de estudar. Cedo foi obrigada a conhecer o mundo do trabalho e criar os três filhos, que agora a ajudam nas tarefas escolares. “Meus documentos fui tirar somente aos 20 anos de idade”, lembra.

Madona é colega de classe da dona Maria Alice Rodrigues da Silva. Natural de Guaporé (AM) e aos 63 anos, ela não perdeu a esperança e agora, por meio do próprio esforço e com o apoio do governo, ela começa a entrar no mundo das letras.

“Estudar é difícil, mas a gente tem que fazer um esforço e meus filhos e netos também me ajudam nas tarefas, o que auxilia muito e já consigo escrever e leio muita coisa”, conta.

a12

Por meio do Programa Quero Ler, Maria Alice Rodrigues já consegue ler e escrever (Foto: Stalin Melo)

As alunas fazem questão de elogiar a professora Marcilane Ferreira da Silva, que dizem ser muito atenciosa e paciente com todos os que estão aprendendo. A sala de aula, o quintal de uma residência, é o local onde eles se reúnem para aprender e socializar as experiências de vida.

Até o final de 2018, o desafio do governador Tião Viana, juntamente com toda a equipe da SEE, coordenada pelo secretário Marco Brandão, é alfabetizar 60 mil jovens e adultos em todos os 22 municípios do estado.

Estão abertas as inscrições para o Programa Jovens Embaixadores 2018

A Embaixada dos Estados Unidos já abriu as inscrições para a 16ª edição do Programa Jovens Embaixadores 2018, que oferece intercâmbio estudantil de três semanas para adolescentes brasileiros no país. O processo seletivo fica aberto até o dia 9 de agosto e é destinado a jovens de 15 a 18 anos.

O programa é voltado para jovens da rede pública de ensino que são exemplos em suas comunidades por meio de sua liderança e voluntariado, excelência acadêmica e conhecimento da língua inglesa.

a5Acreana Sarah Evellyn posa com a Bandeira Acreana tendo a ponte Golden Gate, em San Francisco (Califórnia), ao fundo; oportunidade única de ampliar os horizontes (Foto: Arquivo pessoal)

Tradicionalmente, o Acre é fornecedor de grandes talentos para o programa, sendo o mais recente a jovem Sarah Evellyn Oliveira, que representou o estado no programa de 2017. Sarah viajou com outros 49 estudantes brasileiros para participar de diversas atividades sociais, políticas e culturais, durante as três semanas.

“Quando fazemos uma viagem dessas, voltamos outra pessoa, com uma nova visão de mundo, de sonhos e de perspectivas”, ressalta Sarah.

De volta ao Acre, partilhou sua experiência, afirmando que em Washington, ela e os outros jovens visitaram instituições históricas, como o Museu Nacional de História Natural, o Departamento de Estado americano e o Memorial Lincoln.

“Tive o privilégio de discursar sobre a educação brasileira no mesmo local onde Martin Luther King Jr fez o discurso ‘I Have a Dream’. Isso me encheu de orgulho”, conta.

Além da capital americana, Sarah conheceu cidades como Portland, no estado de Oregon. “Lá eu participei de reuniões com autoridades e com líderes comunitários, onde visitei projetos sociais e ainda estive em atividades de voluntariado”, explica.

a7Jovens brasileiros em território americano desfrutam da oportunidade do intercâmbio (Foto: Divulgação)

Sobre o Programa Jovens Embaixadores

Foi criado pela Embaixada dos Estados Unidos no Brasil em 2002 e o primeiro grupo viajou em 2003. Em 2010 o programa passou a ser reproduzido em todos os países do continente americano e foi criado um programa inverso para  jovens norte-americanos representarem os EUA na América Latina. Desde 2003, 517 jovens brasileiros já participaram do programa.

Os parceiros nessa iniciativa são: o Conselho Nacional de Secretários de Educação (Consed) e as Secretarias Estaduais de Educação, a rede de Centros Binacionais Brasil-Estados Unidos, e também as empresas FedEx, MSD, Microsoft, Bradesco, IBM e a Boeing Brasil.

O programa JE no Acre já está em sua 11ª edição, onde em 2006 foi firmado parceria com o Governo do Estado do Acre, por meio da Secretaria de Estado de Educação e Esporte (SEE), fazendo com que até hoje o Estado enviasse um representante a cada ano.

Assista ao vídeo promocional de 2018: https://youtu.be/H7dBtOV3RsA

Inscrições:www.facebook/jovensembaixadoresouhttp://www.jovensembaixadores.org/2018

Festival reúne estudantes e revela talentos em todo o estado

a1

Assessor Especial da Juventude, Weverton Matias, e representantes da SEE prestigiaram todas as etapas no Alto Acre (Foto: Stalin Melo)

O Festival Estudantil da Canção (FEC) chegou ao interior. Etapas municipais foram realizadas em Brasileia, Epitaciolândia, Xapuri e Assis Brasil, onde foram selecionados candidatos que irão disputar a grande final, prevista para agosto próximo, em Rio Branco.

O FEC é realizado pelo governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado de Educação (SEE), Fundação Elias Mansour (FEM) e Assessoria Especial de Juventude (Assejuv). O assessor especial Weverton Matias e representantes da SEE estiveram presentes em todas as etapas.

Em Brasileia, a abertura das etapas no Regional Alto Acre foi realizada pelo subsecretário Evaldo Viana (SEE). As apresentações ocorreram no Centro Cultural, com a participação de alunos das escolas Kairala José Kairala (KJK) e Valéria Bispo Sabala, na zona rural.

Em Epitaciolândia, a etapa do festival foi na Praça 28 de Abril, a “Praça do Skate”, tendo sido uma das mais movimentadas da regional Alto Acre, com o público participando em peso e com direito a torcidas organizadas, faixas e cartazes.

a2Em Epitaciolândia, houve torcida para os estudantes, com direito a faixa e cartazes (Foto: Stalin Melo)Já em Xapuri, as apresentações foram realizadas no auditório do campus do Instituto Federal do Acre (Ifac). Alunos da Escola Divina Providência e do próprio Ifac se inscreveram para participar. Em Assis Brasil, a festa foi realizada na Concha Acústica e também mobilizou um grande número de pessoas.a3Estudantes tiveram a oportunidade de mostrar todo seu talento no FEC (Foto: Stalin Melo)

Em todo o estado são mais de 700 candidatos inscritos no festival. Cada um dos municípios irá escolher um representante para a grande final, com exceção de Rio Branco, que selecionará cinco candidatos, e Cruzeiro do Sul, onde serão selecionados três concorrentes.

 

Festival Estudantil da Canção reúne estudantes e revela talentos no Alto Acre

DSC 0211

O Festival Estudantil da Canção (FEC) chegou ao interior. Etapas municipais foram realizadas em Brasileia, Epitaciolândia, Xapuri e Assis Brasil, onde cada um deles selecionou candidatos que irão disputar a grande final, a ser realizada no mês de agosto, em Rio Branco.

O FEC é realizado pelo governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado de Educação (SEE), Fundação Elias Mansour (FEM) e Assessoria Especial de Juventude (Assejuv). O assessor especial Weverton Matias e representantes da SEE estiveram presentes em todas as etapas.

Em Brasileia aconteceu a abertura das etapas no Regional Alto Acre realizada pelo subsecretário Evaldo Viana (SEE). As apresentações aconteceram no Centro Cultural e participaram alunos da Escola Kairala José Kairala (KJK) e Valéria Bispo Sabala, na zona rural.

No município de Epitaciolândia, a etapa do Festival aconteceu na Praça 28 de Abril, a praça do skate, e foi uma das mais movimentadas da regional Alto Acre, com o público participando em peso e com direito a torcidas organizadas, faixas e cartazes.  

Já no município de Xapuri, as apresentações foram realizadas no auditório do campus do Instituto Federal do Acre (Ifac). Alunos da Escola Divina Providência e do próprio Ifac se inscreveram para participar. Em Assis Brasil, a festa aconteceu na Concha Acústica e também mobilizou um grande número de pessoas.

Em todo o Estado são mais de 700 candidatos inscritos no FEC. Cada um dos municípios irá escolher um representante para a grande final, com exceção de Rio Branco, que irá selecionar cinco candidatos e Cruzeiro do Sul, onde serão selecionados três candidatos.

Projeto Jiu-Jitsu na Escola insere alunos no esporte

 

Criado em 2016, o projeto Jiu-Jitsu na escola leva até alunos da rede pública aulas de artes marciais, como espécie de aula extracurricular. Participam da ação 60 alunos de Rio Branco. A ação iniciou na escola Glória Perez, depois foi para o Colégio Barão do Rio Branco e há um mês foi implantada também no Instituto Lourenço Filho (IELF).

Gilmara Souza é uma das estudantes contempladas pela iniciativa e diz que foram muitos os benefícios. “Estou treinando desde que o projeto começou aqui no IELF e está mudado a minha vida. Antes eu pesava 65 quilos e só com os treinos perdi 10 quilos, então para mim está sendo maravilhoso. Está me ajudando em tudo, melhorou a minha disposição e até a minha concentração”, conta.Projeto


O projeto nasceu por iniciativa voluntária de dois amigos, Joamerson Andrade e Sidney Júnior, que trabalham na Assessoria Especial da Juventude (Assejuv). “Trabalho com jovens e dou aula em academias e um dia tivemos a ideia de levar esse esporte para as escolas para aqueles alunos de ensino médio, de baixa renda, que não tem condições de pagar”, explica Joamerson.


De acordo com Andrade, a principal meta é manter os jovens engajados com o esporte para que se tornem cidadãos de bem e se sejam exemplos em suas comunidades. Hoje o projeto conta com a parceira do governo do Estado, da Assessoria Especial da Juventude, do deputado Daniel Zen e outros parceiros. A ideia dos idealizadores é expandir a iniciativa para todas as escolas.

Secretários estaduais de Educação debatem gestão escolar

 

O princípio básico da gestão escolar no Brasil é a democracia, com a participação dos envolvidos na educação para o bom andamento da gestão. Pensando nisso, secretários de Educação de todo o país estão reunidos essa semana em Fortaleza, no Ceará, para discutir e analisar as contribuições das secretarias para a educação no Brasil.
A ideia foi acertada previamente em um grupo de trabalho, cujo coordenador-geral é o secretário de Estado de Educação e Esporte do Acre (SEE), Marco Brandão.


Nesse encontro, os secretários tratam os desafios da gestão escolar no século XXI a fim de nortear a gestão escolar pelos próximos anos, visando a formação crítica, reflexiva e participativa dos cidadãos que fazem parte da comunidade escolar. O intuito é aperfeiçoar a gestão das escolas para garantir um ensino de qualidade.gt


Para o coordenador-geral do GT, Marco Brandão, “uma boa gestão é fundamental para o sucesso e é preciso que a equipe gestora compreenda o contexto da escola e da comunidade. Que ela possa se integrar com a comunidade e, em especial, com os pais”.


Planejamento e gestão

De modo geral, o que os secretários trabalham no momento é a adequação, planejamento, avaliação e monitoramento das atividades pedagógicas, focando nos pontos frágeis identificados nas escolas. Segundo Brandão, as atividades complementares ou projetos bem definidos garantem o direito de nossos estudantes de aprenderem, desenvolverem as habilidades e competências para o pleno exercício da cidadania e para continuidade de estudos.


Reunidos, os secretários demonstraram entusiasmo com o potencial de entrega deste GT. “Esse trabalho almeja realizar um diagnóstico em relação aos modelos de estruturas organizacionais, modelos de gestão existentes e análise de boas práticas de gestão escolar e a partir disso, produzir um guia de como colocar as boas práticas em ação, alocar todo portfólio em uma plataforma e o realizar um curso de formação para gestores”, ressalta o secretário.

Primeira seletiva do FEC foi um sucesso na capital

O Festival Estudantil da Canção segue até o mês de agosto
 
Apresentações marcantes, estilos e ritmos diferentes fizeram parte da primeira seletiva dessa segunda edição do Festival Estudantil da Canção – FEC, realizado pela prefeitura de Rio Branco na noite desta sexta-feira no Instituto de Educação Lourenço Filho – IELF, onde teve muito Rock, hip hop, MPB, sertanejo, pop e música gospel.
can1
Fotos: Assis Lima/Asscom
 
 
Os candidatos concorrem com músicas autorais ou interpretações individuais ou com banda. Quarenta candidatos se apresentaram com interpretações e músicas autorais. A quadra da escola ficou lotada com as torcidas das escolas participantes dessa primeira seletiva: Glória Perez, Clícia Gadelha, Pedro Martinello, Lindaura Leitão e os anfitriões do Instituto de Educação Lourenço Filho – IELF. 
can2
Fotos: Assis Lima/Asscom
O prefeito Marcus Alexandre e a vice-prefeita Socorro Neri participaram da abertura da primeira seletiva do FEC. "Este ano a festa está maior com mais participantes e para os jovens é necessário apenas que haja oportunidade e eles mostram talento. Quero agradecer aos parceiros que nos ajudam na realização desse grandioso evento para a nossa juventude, o governo do Estado, deputados federais Angelim e Léo de Brito, vereador Rodrigo Forneck, Super Som, Inbox Pub, Ação Eventos, Eletrônica Halley e MC Eventos ”, destacou o prefeito.
can3
 
Fotos: Assis Lima/Asscom
 
Para os candidatos, subir ao palco gera emoções. O músico da banda Seven Estar, da Escola Pedro Martinello, Carlos Eduardo, citou o nervosismo antes da apresentação. Já a Jardeníne Pinho, que se apresentou sozinha, essa pode ser uma oportunidade de realizar um sonho. “Eu quero virar uma grande cantora e fazer grandes shows”. Raissa Matos, do Instituto Lourenço Filho, cita que para ela, “cantar é mostrar para as pessoas o que a música desperta em mim e eu fico feliz com isso”.
can4
Fotos: Assis Lima/Asscom
O cantor Diogo Soares, que começou a carreira no Festival Universitário da Canção em 2003, ressalta a tradição acreana de realizar festivais como o FAMP e revelar talentos. “Esse festival é uma grande oportunidade de encontros entre cantores e compositores se encontrar para fazer o que mais gostam”. Diogo fez uma participação especial na abertura da primeira seletiva do FEC. 
can5
 
Fotos: Assis Lima/Asscom
A escolha dos vencedores de cada etapa é feita pelos jurados: o cantor Alberan Moraes, a cantora e atriz Mara Santos e o integrante do Grupo Cobras Dance, Samy Ron compuseram a banca desta primeira seletiva. A grande novidade do FEC 2017, é que o vencedor vai abrir o show da banda NX-Zero em setembro, em Rio Branco, resultado da parceria com a empresa Ação Eventos, promotora do show na capital. 
can6
Fotos: Assis Lima/Asscom
Para a secretária de Juventude, Temillys Silva, o aumento no número de participantes – passando de 226 para 263, como também do número de escolas, que saltou de 27 para 52, “é prova de que o FEC se consolidou como importante evento para a juventude de Rio Branco”. O vereador Rodrigo Forneck, parceiro e também grande entusiasta da realização do Festival Estudantil da Canção, diz que “essa expansão revela que estudantes e gestores das escolas acreditam no FEC que é um sucesso sem volta”.
can7
Fotos: Assis Lima/Asscom 
 
Etapas e premiação
 
As demais seletivas do FEC serão realizadas sempre às sextas-feiras até o dia 28 de julho, em diferentes regionais de Rio Branco. A 2ª seletiva vai acontecer na escola Heloísa Mourão Marques, dia 30 de junho. O calendário segue com a 3ª etapa no dia 7 de julho na escola Lourival Pinho; 4ª etapa na zona rural, na escola Santiago Dantas, dia 14 de julho; 5ª etapa no CEBRB, em 21/07; depois na Escola Armando Nogueira, dia 28/07; e a grande final no dia 11 de agosto na Praça da Juventude.
 
can8
Fotos: Assis Lima/Asscom
 
Serão premiados os três primeiros colocados, sendo R$ 3 mil para o primeiro, R$ 2 mil para o segundo e R$ 1 mil para o terceiro colocado. A melhor música autoral também será premiada com R$ 1 mil e o vídeo mais curtido na internet ganhará R$ 500. A escola mais atuante será premiada com um equipamento de som.
 
Vencedores da primeira seletiva
 
Na categoria interprete o primeiro colocado foi João Felipe da Escola Humberto Soares, e a segunda foi Raissa Stefany do Instituto Lourenço Filho. Na categoria música autoral, Elcimar Eclesiastes da Escola Lindaura Leitão foi o vencedor e Saulo Araújo, da escola Clícia Gadelha ficou em segundo lugar. A secretaria da Juventude divulga as 17 horas desta sexta-feira, o resultado do vídeo vencedor da semana. 
 
can9
Fotos: Assis Lima/Asscom

Alto Acre mobiliza escolas para o Prêmio de Gestão Escolar

aaa2

Encontro contou a presença de representantes da Educação de Brasileia, Epitaciolândia e Assis Brasil (Foto: Stalin Melo)

O secretário de Estado de Educação e Esporte (SEE), Marco Brandão, é o coordenador do Grupo de Trabalho (GT) no Conselho Nacional de Secretários de Educação (Consed), que está realizando a 16ª edição do Prêmio Gestão Escolar, onde o Acre sediará a etapa regional – a fase nacional é realizada em Brasília.

Por isso, as escolas estão se mobilizando e se organizando para participar do Prêmio. No Alto Acre, professores e gestores de Brasileia, Assis Brasil e Epitaciolândia estiveram reunidos no Cedup de Brasileia para orientar as equipes a respeito dos projetos que serão apresentados.

Na última edição do Prêmio, a escola Nanzio Magalhães, de Feijó, foi a grande vencedora da etapa regional Norte. Agora, sob a coordenação do Acre, a expectativa do secretário Marco Brandão é de que novamente o estado possa se destacar na apresentação de bons projetos.

Para a professora Leda Santiago, coordenadora do núcleo de Educação de Brasileia, trata-se de uma excelente oportunidade para que as equipes gestoras possam fazer uma autoavaliação do trabalho que a escola realiza.

“O governador Tião Viana tem feito muitos investimentos na educação, tem melhorado a qualidade de ensino e, agora, precisamos dar o retorno do trabalho que vem sendo coordenado por toda a equipe de governo”, disse a professora.

Já para a professora Neide Lopes, coordenadora do núcleo de Epitaciolândia, as orientações que estão sendo feitas no encontro servem para ajudar as equipes na participação do Prêmio.

“Há escola que não apresenta trabalho porque acha que tem de ser um megaprojeto, mas não é bem assim. Na verdade, são projetos, experiências simples, mas que têm impactado positivamente na qualidade do ensino tanto no Brasil, de uma maneira geral, como no Acre, de modo específico”, disse.

Palestra voltada à prevenção de drogas é realizada na escola Teodolina Falcão Mendes

aaaa1

Alunos da Escola Teodolina Falcão têm palestra de conscientização a respeito dos danos causados pelo uso de drogas (Foto: Ariel Lima)

Palestra contra o uso de drogas foi proferida na escola Teodolina Falcão Macedo na tarde desta quarta-feira, 21. A ação tem como intuito conscientizar e prevenir os alunos quanto aos malefícios causados pelo uso de drogas. Essa é a 5ª edição da Semana Estadual sobre Drogas, uma ação do gabinete da vice-governadora Nazareth Araújo, em parceria com as secretarias de Estado de Educação e Esporte e de Justiça e Direitos Humanos.

A ação de conscientização tem se estendido por diversas escolas da capital e também no interior do estado. Na sexta-feira, 23, será o encerramento com a Caminhada Pela Paz, em que os 22 municípios do estado realizarão a atividade simultaneamente. Em Rio Branco, existem duas regionais: a da Baixada, que terá a participação de cinco escolas, e a regional do São Francisco, que contará com apoio de mais três escolas.

Uma das palestrantes fala da importância de levar esse tipo de informação às escolas. “As pessoas precisam de informação para saber recusar, saber quais os malefícios que o uso de drogas causa. Essa é uma forma de prevenir”, conta Maria da Luz, coordenadora do Centro de Referência em Direitos Humanos.

O aluno Cauã Gomes, 14 anos, do 9° ano, diz que a ação é positiva. “Os alunos precisam saber como recusar as drogas, entender o que pode acontecer caso a pessoa venha a usá-las, as consequências que podem acontecer na família e na escola”, declara.

Para Vitória Mendes, de 12 anos, o assunto é uma realidade de hoje e a oferta de drogas para alunos é constante. “Tem que se começar nas escolas os alunos aprendendo como recusar. É mais fácil quando nós sabemos as consequências”, diz.

Alunos de Tarauacá defendem Trabalho de Conclusão de Curso em Administração Pública

 

Uma nova turma de ensino superior está prestes a se formar no interior do Acre. Cerca de 30 alunos do curso de Administração Pública em Tarauacá defenderam o Trabalho de Conclusão de Curso (TCC) e já sonham com a solenidade de formatura, marcada para o próximo mês de julho. Isso só foi possível por intermédio da parceria entre a Universidade Federal do Amazonas (UFAM) e a Secretaria de Estado de Educação e Esporte (SEE).


O curso, que vai formar a primeira turma do município, teve duração de quatro anos e meio, na modalidade à distância, com atividades presenciais e apoio no Polo do Sistema Universidade Aberta do Brasil de Tarauacá.formação


Yonara Machado, de 36 anos, aluna do curso, já era formada em Educação Física quando resolveu dar um novo passo na profissional. Ela chegou à conclusão de que a cidade precisava de mais administradores públicos na região.
“Em Tarauacá há uma demanda muito grande de profissionais voltados à educação, o que não é ruim, mas necessitávamos com urgência de pessoas inovadoras, com planejamento público para o futuro. Foi com esse pensamento que me interessei pelo curso”, relata.


O curso de Administração Pública foi avaliado com nota 5 pelo Ministério da Educação (MEC), nota de conceito mais alta. As defesas dos trabalhos foram realizadas entre os dias 15, 16 e 17 de junho. A banca foi composta pelo professor-doutor Geraldo Vieira, coordenador do curso de Administração Pública, e Érica Neves, coordenadora de Ensino Superior e Educação a Distância do Estado do Acre.

“Agora só não estuda quem não quer”, diz aluna do Quero Ler no município de Epitaciolândia

DSC 0130

No município de Epitaciolândia, o desafio de aprender a ler e a escrever está presente para 573 alunos, dos quais 407 na zona urbana e 166 na zona rural, divididos em 37 turmas, todas ainda da primeira etapa do Programa Quero Ler, lançado pelo governador Tião Viana.

Entre esses estudantes está Maria das Graças Venâncio Gomes, a Madona, para quem o Programa é  uma excelente oportunidade oferecida pelo governo, por meio da Secretaria de Estado de Educação e Esporte (SEE) para voltar à sala de aula. “Agora, só não estuda quem não quer”, faz questão de dizer.

Aos 38 anos, ela é natural do município de Sena Madureira e somente agora está tendo chance de estudar. Cedo foi obrigada a conhecer o mundo do trabalho e criar os três filhos, que agora a ajudam nas tarefas escolares. “Meus documentos fui tirar somente aos 20 anos de idade”, lembra.

Madona é colega de classe da dona Maria Alice Rodrigues da Silva. Natural do município de Guaporé (AM) e aos 63 anos, ela não perdeu a esperança e agora, por meio do próprio esforço e, digamos, uma mãozinha do governo, ela começa a entrar no mundo das letras.

“Estudar é difícil, mas a gente tem que fazer um esforço e meus filhos e netos também me ajudam nas tarefas, o que ajuda muito e já consigo escrever e leio muita coisa”, conta.

As alunas fazem questão de elogiar a professora Marcilane Ferreira da Silva, que dizem ser muito atenciosa e paciente com todos os que estão aprendendo. A sala de aula, o quintal de uma residência, é o local onde eles se reúnem para aprender e socializar as experiências de vida.

Até o final de 2018, o desafio do governador Tião Viana, juntamente com toda a equipe da SEE, coordenada pelo secretário Marco Brandão, é alfabetizar 60 mil jovens e adultos em todos os 22 municípios do Estado.

No Alto Acre, eliminatórias do Festival Estudantil da Canção começam por Brasileia

123

Eliminatórias do FEC no Alto Acre iniciaram pelo município de Brasileia (Foto: Stalin Melo)

Pela primeira vez, o Festival Estudantil da Canção (FEC) realiza eliminatórias no interior. Realizado pelo governo do Estado por meio da Secretaria de Educação e Esporte (SEE), Fundação Elias Mansour (FEM) e Assessoria Especial de Juventude (Assejuv), a ideia é descobrir novos talentos.

Nesta quarta-feira, 21, uma das eliminatórias foi realizada no Centro Cultural de Brasileia. Participaram alunos do ensino médio das escolas Kairala José Kairala (KJK) e da escola rural Valéria Bispo Sabala.

Participaram da abertura das atividades o secretário-adjunto da SEE, Evaldo Viana, o assessor especial de Juventude, Weverton Matias, além de professores e gestores das escolas envolvidas no festival.

Ao todo foram inscritos 13 trabalhos, onde os alunos puderam mostrar todo o seu talento. Aconteceram interpretações de músicas gospel, sertaneja e vários outros estilos musicais.

De Brasileia sairá um finalista para a grande final, assim como dos demais municípios, exceção a capital, Rio Branco de onde sairão cinco finalistas e de Cruzeiro do Sul, onde serão selecionados três finalistas.

Para o professor Evaldo Viana, o festival é uma ação importante do governador Tião Viana que visa movimentar a juventude dos 22 municípios do nosso estado, buscando descobrir novos talentos dentro daquilo que eles mais gostam, que é a música.

Acre será sede do Prêmio de Gestão Escolar 2017

O Acre nunca esteve tão em evidência quando o assunto é educação pública quanto agora, que está prestes a sediar a etapa da Região Norte da 16ª edição do Prêmio Gestão Escolar (PGE), uma iniciativa do Conselho Nacional de Secretários de Educação (Consed).

Em 2017, o governo do Estado, por meio da Secretaria de Educação e Esporte (SEE), coordena o certame. E por isso, uma série de visitas às escolas do interior do estado teve início neste mês pela equipe da pasta.

all

Estudantes em momento de atividades em sala de aula; escolas estão sendo convidadas a participar do Prêmio de Gestão (Foto: Mardilson Gomes/Asscom SEE)

Em Cruzeiro do Sul, no último dia 13, a apresentação do prêmio teve um toque todo especial, porque é ali, no Vale do Juruá, que se concentra a maioria das escolas campeãs de pelo menos quatro edições anteriores.

“Cruzeiro é celeiro de prêmios ganhos. E a vinda aqui é especial, porque dessa vez a cerimônia do prêmio será em Rio Branco, algo que nos anima muito do ponto de vista de que podemos ganhar de novo”, ressalta o secretário de Educação, Marco Antonio Brandão.

Para uma plateia de gestores e coordenadores escolares do Juruá, o secretário lembrou que as relações do professor com os estudantes no século 21 são bem mais complexas e “vão além das competências do saber”. “Nós não somos mais cidadãos de uma cidade apenas ou de uma região, mas agora muito mais do mundo”, diz.

all2

Escolas do interior do estado estão sendo convidadas a participar do certame (Foto: Sérgio Vale/Secom)

E numa analogia a um balé de companhia de dança, Brandão pontua que “na vida, assim como na escola, não se pode descartar aqueles que param de se movimentar”, referindo-se a estudantes que muitas vezes não conseguem evoluir em sala de aula com os demais, mas que nem por isso devem ser deixados para trás.

“O prêmio tem esse caráter inclusivo, o de estimular nos gestores da escola inovações que permitam agregar valor ao ensino, incentivando os jovens a serem atuantes e produtivos e evitando práticas que causem a evasão”, completa.

Os olhares de toda a educação do Brasil estarão voltados para o Acre, entre os dias 19 e 20 de outubro.

Mais de 34 mil escolas já participaram desde 1998

O Prêmio foi criado em 1998 e a partir de 2011 passou a ser bianual. Conta com o apoio do Ministério da Educação, da União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação e de entidades e instituições ligadas ao terceiro setor.

Para participar, o gestor deve se inscrever no portal www.premiogestaoescolar.com.br, onde terá acesso a um instrumento de autoavaliação. “Ao analisar os processos de gestão da escola, ele vai elaborar um plano de ação, construído com a participação da comunidade escolar. Ao final, os melhores resultados serão premiados”, explica o presidente do Consed, Idilvan Alencar.

Desde quando foi criado, mais de 34 mil escolas de todas as regiões do país participaram e aproximadamente sete milhões de estudantes foram beneficiados com os projetos implantados pelos gestores inscritos. Neste período, 90 escolas chegaram à etapa final e foram premiadas com recursos financeiros e equipamentos, além de formação e intercâmbio para os diretores.

Podem concorrer escolas do ensino regular da educação básica, das redes públicas estaduais/distrital e municipais. A restrição fica para as escolas e/ou os diretores que já tenham sido premiados como destaque estadual/distrital na edição anterior do PGE ano 2015. Estas não poderão participar.

all3

Ideia é estimular boas práticas pedagógicas em sala de aula (Foto: Arquivo Secom)

Processo de seleção

O processo de seleção das escolas inscritas se dará em quatro etapas: Local, Estadual, Regional e Nacional. Nas etapas Local e Estadual, representantes do Consed e da Undime, em cada unidade da federação, serão responsáveis por selecionar os avaliadores e coordenar o processo seletivo em suas respectivas jurisdições, considerando os critérios descritos neste Edital.

De acordo com o edital, a qualquer momento do processo seletivo, os avaliadores poderão realizar visitas técnicas às escolas inscritas para verificar se as informações constantes na ficha de inscrição condizem com a realidade observada, sendo que, por ocasião dessas visitas, poderá ser solicitada a comprovação documental das informações.

Na etapa seguinte, os comitês regionais contarão com especialistas contratados pela Coordenação Nacional do Prêmio Gestão Escolar, que utilizarão como objeto de análise a ficha de inscrição elaborada pela escola. Ao final, na etapa nacional, a Comissão, composta por representantes das instituições parceiras e do Consed, por meio de voto direto, secreto e unipessoal, indicará a escola “Referência Brasil” a partir da análise da ficha de inscrição e de entrevistas com os diretores.

O PGE 2017 será concedido nas categorias “Escola Destaque Local” “Destaque Estadual/Distrital”, “Destaque Regional” e “Referência Brasil”. Além dos diplomas, haverá uma viagem de intercâmbio nacional para os representantes das escolas “Destaque Estadual/Distrital”, uma viagem de intercâmbio a um país da América Latina para os representantes das escolas “Destaque Regional” e “Referência Brasil”, além de um prêmio em dinheiro, no valor de R$ 30 mil, para a escola “Referência Brasil”.

Além do Ministério da Educação e da Undime, são parceiros do PGE 2017 Unesco, Fundação Roberto Marinho, Embaixada dos Estados Unidos da América, Instituto Unibanco, Fundação Itaú Social,  Fundação Lemann, Instituto Natura, Gerdau, Fundação Santillana, Fundação Victor Civita e Organização dos Estados Ibero-americanos (OEI).

 

 

 

 

Festival Paralímpico de Bocha é realizado no Acre

Atletas de Rio Branco, Cruzeiro do Sul, Assis Brasil e Senador Guiomard estão se enfrentando no 2° festival Esportivo Paralímpico de Bocha. A competição está sendo realizado nesta quarta-feira, 21, no Ginásio Álvaro Dantas, na capital.

A modalidade olímpica é praticada por atletas cadeirantes com elevado grau de paralisia cerebral ou deficiências severas. Nas disputas os competidores usam cadeiras de rodas.

As provas são disputadas individualmente, em duplas ou em equipes. O objetivo é lançar as bolas coloridas o mais próximo possível de uma branca e durante a partida usar as mãos ou os pés. Atletas com maior comprometimento dos membros podem contar com o auxílio de um calha.

O rio-branquense Afonso Dias conheceu a bocha em 2009 e de lá para cá não parou mais de praticar. Do lado de fora da quadra ele aguardava eufórico para competir: “Fui um dos campeões da primeira edição e estou ansioso para disputar de novo, por que esse esporte é uma terapia. Depois que comecei a praticar melhorei em muitos aspectos físicos e psicológicos”, conta.

O campeonato é uma iniciativa do governo do Estado por meio da Secretaria Estadual de Educação e Esporte (SEE). A coordenadora estadual dos jogos paralímpicos do Acre, Shirlei Lessa, disse que o festival é uma forma de mostrar para a sociedade a importância do esporte para o equilíbrio físico e emocional dos cidadãos.

“Esse festival vem para incentivar a pratica do esporte por todas as pessoas e mostrar para a comunidade que o esporte é democrático, que tem uma modalidade adaptada para cada necessidade”, destaca.

A acadêmica de letras portuguesa, Rita Andrade, veio de Cruzeiro do Sul, para participar do festival. Ela tem paralisia cerebral e conta quais foram as suas principais motivações para se deslocar até a competição. “Vim para a capital porque gosto de bocha e é uma forma de interagir com outras pessoas que também praticam essa modalidade”, disse.

A competição

Da competição participam 23 atletas, que disputam em quatros categorias: BC1, BC2, BC3 e BC4, que são classificadas de acordo com a deficiência do atleta.

No final são classificados três representantes de cada categoria e os selecionados receberão medalhas e ainda irão participar do festival regional, que acontecerá no fim de julho, em Belém no Pará.

para

Atletas de quatro municípios participam da competição (Foto: Kenedy Santos)

Escolas do Alto Acre se mobilizam e se preparam o Prêmio de Gestão Escolar

cedup1

O secretário de Educação e Esporte (SEE), Marco Brandão, é o coordenador do Grupo de Trabalho (GT), no Conselho Nacional de Secretários de Educação (Consed), que está realizando a 16ª edição do Prêmio Gestão Escolar, onde o Acre sediará a etapa regional. A etapa nacional é realizada em Brasília.

Por isso, as escolas estão se mobilizando e se organizando para participar do Prêmio. No Alto Acre, professores e gestores dos municípios de Brasileia, Assis Brasil e Epitaciolândia estiveram reunidos no Cedup de Brasileia para orientar as equipes a respeito dos projetos que serão apresentados.

Na última edição do Prêmio, a escola Nanzio Magalhães, de Feijó, foi a grande vencedora da etapa regional Norte. Agora, sob a coordenação do Acre, a expectativa do secretário Marco Brandão é que novamente o Estado possa se destacar na apresentação de bons projetos.

Para a professora Leda Santiago, coordenadora do núcleo de Educação de Brasiléia, o Prêmio trata-se de uma excelente oportunidade para que as equipes gestoras possam fazer uma auto-avaliação do trabalho que a escola realiza.

“O governador Tião Viana tem feito muitos investimentos na educação, tem melhorado a qualidade de ensino e, agora, precisamos dar o retorno do trabalho que vem sendo coordenado por toda a equipe de governo”, fez questão de dizer a professora.

Já para a professora Neide Lopes, que é coordenadora do núcleo de Epitaciolândia, as orientações que estão sendo feitas no encontro servem para ajudar as equipes na participação do Prêmio.

“Tem escola que não apresenta trabalho porque acha que tem que ser um megaprojeto, mas não é bem assim. Na verdade, são projetos, experiências simples, mas que tem impactado positivamente na qualidade do ensino tanto no Brasil, de uma maneira geral, como no Acre de maneira específica”, disse.

Eliminatórias do Festival Estudantil da Canção no Alto Acre iniciam por Brasileia

DSC 0078

Pela primeira vez, o Festival Estudantil da Canção (FEC) realiza eliminatórias no interior. Realizado pelo governo do Estado por meio da Secretaria de Educação e Esporte (SEE), Fundação Elias Mansour (FEM) e Assessoria Especial de Juventude (Assejuv), a ideia é descobrir novos talentos.

Nesta quarta-feira, 21, uma das eliminatórias aconteceu no Centro Cultural do município de Brasileia. Participaram alunos do ensino médio das escolas Kairala José Kairala (KJK) e da escola rural Valéria Bispo Sabala.

Participaram da abertura das atividades o secretário-adjunto da SEE, Evaldo Viana, o assessor especial de Juventude, Weverton Matias, além de professores e gestores das escolas envolvidas no festival.

Ao todo foram inscritos treze trabalhos, onde os alunos puderam mostrar todo o seu talento. Aconteceram interpretações de músicas gospel, sertaneja e vários outros estilos musicais.

De Brasileia sairá um finalista para a grande final, assim como dos demais municípios, exceção a capital, Rio Branco de onde sairá cinco finalista e de Cruzeiro do Sul, onde serão selecionados três finalistas.

Para o professor Evaldo Viana, o festival é uma é uma ação importante do governador Tião Viana que visa movimentar a juventude dos vinte e dois municípios do nosso Estado, buscando descobrir novos talentos dentro daquilo que eles mais gostam, que é a música.

Seletivas do Festival Estudantil da Canção se iniciam este mês

Iniciam-se nesta quarta-feira, 21, em Brasileia, as seletivas municipais do Festival Estudantil da Canção (FEC). A etapa faz parte da fase eliminatórias do campeonato, que serão realizadas em todas as cidades participantes.

No Alto Acre o evento será realizado na Escola Kairala José Kairala, às 15h30. No dia seguinte, 22, será realizada a primeira seletiva de Rio Branco e também de Epitaciolândia. Na capital a competição ocorre no Instituto de Educação Lourenço Filho (IELF), a partir das 16 horas.

Este ano, os 22 municípios do estado estão participando e os classificados de cada localidade participarão da final, que será realizada na capital, no dia 26 de agosto.

“Para ter acesso ao calendário da competição e obter informações referentes ao dia, horário e local das seletivas em cada cidade é só acessar o Facebook do evento”, explica Temyles Silva, assessora da Juventude de Rio Branco.

Edição 2017

O festival é o maior evento cultural da juventude estudantil do Acre. Nesta edição foram  inscritos 721 estudantes, desses 263, só de Rio Branco. Entre os objetivos do evento estão o fomento da cultura musical nos ambientes escolares e a descoberta de novos talentos no campo das artes.

O campeonato é uma iniciativa do governo do Estado, por meio das Secretaria de Estado de Educação e Esporte (SEE) e de Comunicação, da Assessoria da Juventude (Assejuv) e da Fundação de Cultura Elias Mansour, em parceria com a Prefeitura Municipal de Rio Branco.

A2

Alunos do Instituto de Matemática serão certificados nesta quinta-feira

Os alunos que participaram dos cursos ofertados pelo Instituto de Matemática, Ciências e Filosofias (IMCF) no 1° semestre de 2017 receberão os certificados ainda esta semana. Na solenidade serão certificados 390 alunos de 12 cursos. O evento será realizado nesta quinta-feira, 22, nos turnos matutino e vespertino, às 9 e às 15 horas.

A certificação será no próprio órgão que está localizado no Centro de Referência de Inovações Educacionais (Crie), em Rio Branco. Entre os cursos ofertados este ano, destacam-se matemática divertida, iniciação à robótica, física moderna, filosofia existencial e ética.

De acordo com Marcio Soares, professor do IMCF, os certificados têm a carga horária de 40 horas: “Todos os alunos que se matricularam e cumpriram a frequência exigida serão certificados”, explica Soares.

Instituto

O IMCF é um órgão mantido pelo governo do Estado e faz parte da estrutura da Secretaria de Estado de Educação e Esporte (SEE). Localizado no centro da capital, tem como principal função ofertar cursos para alunos da rede pública, com o intuito de reforçar a educação do ensino regular.

Além disso, o órgão atua na qualificação da comunidade em diversas áreas do conhecimento e recebe desde estudante a profissionais liberais interessados em se aprimorar nos serviços ofertados pela instituição.

AAAA

Solenidade de certificação será realizada no CRIE, centro de Rio Branco (Foto: Diego Gurgel)

Inscrições para a Viver Ciência continuam abertas

Continuam abertas as inscrições para a Mostra Acreana de Educação Ciência, Tecnologia e Inovação (Viver Ciência) de Rio Branco e também de Cruzeiro do Sul. Para a capital, o período vai até 16 de julho, e para o Juruá, 30 do mesmo mês.

Para ambos os municípios as inscrições podem ser feitas pelo site do evento: http://www.viverciencia.see.ac.gov.br/#inscricao. Podem se inscrever professores e alunos da educação básica, educação profissional e ensino superior da rede pública ou privada.

Trabalhos

As instituições de ensino podem apresentar propostas de oficinas, de atividades culturais e também trabalhos de professores e alunos desenvolvidos em qualquer área do conhecimento.

Blogs e curtas-metragens produzidos pelas escolas também podem ser inscritos nos respectivos concursos da mostra. O regulamento encontra-se na página do evento.

Viver Ciência

A Viver Ciência é o maior evento científico da educação básica do Acre e tem se consolidado no calendário escolar do estado. Tanto que em Rio Branco será realizada a terceira edição da mostra em setembro deste ano, de 19 a 21.

No Vale do Juruá, já será a segunda versão do evento, que também já tem data marcada, 24 e 25 de outubro.

A mostra é uma realização do governo do Estado, por meio da Secretaria Estadual de Educação e Esporte (SEE), em parceria com diversos órgãos locais e nacionais.viver cienciaInscrições podem ser feitas pelo site da mostra (Foto: Arquivo SEE)

Gestão Escolar no Século 21 é tema de seminário do Consed em Fortaleza

 

Secretários de Educação de todo o país estão reunidos em Fortaleza, no Ceará, em evento que vai nortear a gestão escolar pelos próximos anos. O encontro, intitulado “Gestão Escolar no Século 21”, analisa nesta semana as contribuições dos secretários de todo o país acertadas previamente em um grupo de trabalho, do qual o secretário de Estado de Educação e Esporte do Acre, Marco Antonio Brandão, é o coordenador-geral.

 

A ideia é aperfeiçoar a gestão das escolas para garantir um ensino de qualidade. “Uma boa gestão é fundamental para o sucesso, e é preciso que a equipe gestora compreenda o contexto da escola e da comunidade. Que ela possa se integrar com a comunidade e, em especial com os pais”, ressalta Brandão.Coordenador-geral do GT secretário Marco Brandão encontrou-se com Wanessa Zavarese Sechim Secretária Estadual de Educação de Tocantins e  Idilvan Alencar Secretário de Educação do Ceará presidente do  Conselho Nacional de

Desse modo, segundo o secretário, o que fazem os secretários no encontro é adequar, planejar, avaliar e monitorar as atividades pedagógicas, com efeito nos pontos frágeis da escola.“Atividades complementares, ou projetos bem definidos, traz sucesso garante o direito de nossos estudantes de aprenderem, desenvolverem as habilidades e competências para o pleno exercício da cidadania e para continuidade de estudos”.

O secretário de Educação do Acre participa diretamente da comissão de avaliação das propostas, ao lado de Wanessa Zavarese Sechim, presidente do Conselho Nacional de Secretários de Educação, o Consed, e de Idilvan Alencar, secretário de Estado do Ceará.

 

Alunos da Ufac participam de curso no Instituto de Matemática

Cerca de 98 alunos da Universidade Federal do Acre (Ufac), dos cursos de Matemática e Engenharia Civil  começaram nesta segunda-feira, 19, o curso de Geogebra, ofertado pelo Instituto de Matemática Ciências e Filosofias (IMCF).

A iniciativa busca capacitar os estudantes que atuam em programas de extensão como o Programa de Iniciação Científica (PIBIC), para trabalhar com os softwares nas escolas onde eles atuam como bolsistas.

“O objetivo da formação é implementar novas tecnologias nas salas de aula. Esses acadêmicos vão aprender a utilizar esse software e levarão para os professores para que possam utilizar a ferramenta como instrumento pedagógico”, explica Marcio Soares, professor do IMCF e  ministrante do curso.

Geogebra é um software matemático que reúne geometria, álgebra e cálculo. Ele foi desenvolvido por Markus Hohenwarter da Universidade de Salzburg para educação matemática nas escolas.

“As tecnologias atraem o estudante e com o Geogebra é possível fazer isso, porque vai nos ajudar a dinamizar as aulas e trabalhar com matemática e áreas afins de uma forma diferenciada”, destaca a acadêmica, Kerly Khrisna Gomes.

A formação faz parte do projeto intitulado Matemática Virtual com Geogebra. É fruto da parceria entre Ufac e IMCF, por meio da Secretaria de Estado de Educação e Esporte (SEE)

.DSC 0017-2

O curso vai de 19 a 30 de junho (Foto: Ariel Lima)

Acre é o estado favorito da região Norte para levar o Prêmio de Gestão Escolar 2017

O Acre nunca esteve tão em evidência quando o assunto é educação pública quanto agora que está prestes a sediar a etapa da região Norte, da 16ª edição do Prêmio Gestão Escolar (PGE), uma iniciativa do Conselho Nacional de Secretários de Educação (Consed).

Em 2017, o estado, por meio da Secretaria de Estado de Educação e Esporte, a SEE, é quem coordena o certame. E por isso, uma série de visitas às escolas do interior do estado teve início neste mês, pelo secretário Marco Antonio Brandão e por um dos adjuntos, o secretário Evaldo Viana, que também é coordenador do programa Quero Ler.

Em Cruzeiro do Sul, no último dia 13, a apresentação do prêmio teve um toque todo especial porque é ali, no Vale do Juruá, que se concentra a maioria das escolas campeãs de pelo menos quatro edições anteriores.

“Cruzeiro é celeiro de prêmios ganhos. E essa vinda aqui é especial porque dessa vez a cerimônia do prêmio acontece em Rio Branco, algo que nos anima muito do ponto de vista de que podemos ganhar de novo”, ressalta Brandão.

Para uma plateia de gestores e coordenadores escolares do Juruá, o secretário lembrou que as relações do professor com os estudantes no século 21 são bem mais complexas e “vão além das competências do saber”.

“Nós não somos mais cidadãos de uma cidade apenas ou de uma região, mas agora muito mais do mundo”, diz. E numa analogia a um balé de companhia de dança, Brandão pontua que “na vida, assim como na escola, não se pode descartar aqueles que param de se movimentar”, referindo-se a estudantes que muitas vezes não conseguem evoluir em sala de aula com os demais, mas que nem por isso devem ser deixados para trás.

“O prêmio tem esse caráter inclusivo, o de estimular nos gestores da escola inovações que permitam agregar valor ao ensino, incentivando os jovens a serem atuantes e produtivos e evitando práticas que causem a evasão”, completa Marco Brandão.

O secretário diz que: “Os olhares de toda a educação do Brasil estarão voltados para o Acre”, entre os dias 19 e 20 de outubro.aaaaa

Centro de Línguas divulga edital para cursos do 2º semestre de 2017

aaaa

PROCESSO SELETIVO CEL 2º SEMESTRE 2017

A Secretaria de Estado de Educação e Esporte - SEE, através do Centro de Estudo de Línguas - CEL, divulga edital do processo seletivo dos cursos do 2º semestre de 2017. Serão ofertadas cerca de 700 novas vagas, em Rio Branco. As vagas são destinadas prioritariamente aos alunosda rede pública de ensino que estejam matriculados no Ensino Fundamental (6º ao 9º ano) e no Ensino Médio, sendo que em caso de vagas remanescentes, a comunidade em geral poderá ter acesso a essas vagas, de acordo com os critérios do edital.

Todo o processo de inscrição, seleção e matrícula para as novas vagas está discriminado no Edital abaixo. Pedimos total atenção na leitura, sob pena de perdas das principais informações.

(ACESSE O EDITAL AQUI)

 

A Coordenação do CEL informa que todas as etapas e orientações contidas no edital deverão ser cumpridas dentro dos prazos e requisitos prescritos no referido documento. Para o 2º semestre, o processo terá apenas a etapa presencial, ou seja, os interessados deverão comparecer ao CEL, munidos dos documentos citados no edital, nas datas especificadas a fim de pleitear uma vaga em um dos cursos oferecidos. 

Projeto de Responsabilidade Ambiental é realizado por servidores da SEE

Jornal velho vira caixa, papel de ofício antigo se torna bloquinho de escrever, garrafas pet agora são jarros para planta. Quem passa pelo hall da Secretaria de Estado de Educação e Esporte (SEE) todos os dias já está acostumado com as feiras sustentáveis realizadas no local. A última foi realizada durante esta semana, em alusão ao Mês do Meio Ambiente.


Preocupada com as práticas de economia dentro das repartições públicas, a Coordenação de Humanização realiza exposições periódicas na tentativa de minimizar os impactos ambientais durante o trabalho. Ao todo, oito pessoas participam diretamente das ações sustentáveis. A ideia é atrair adeptos ao sistema e expandir os trabalhos elaborados também para o público externo.projeto


Fabiana Morais, coordenadora de eventos do setor de Humanização da SEE, relata que este é apenas um dos projetos coordenados na secretaria. “Todos são produtos feitos com matérias recicláveis que colhemos na secretaria e que seriam descartados, como caixas, jornais, papelão e garrafas.”


A responsabilidade socioambiental é insistentemente trabalhada com os servidores, que se unem na prevenção de desastres ambientais. “Este é um trabalho feito dentro do projeto Responsabilidade Socioambiental, também do setor de Humanização, em que buscamos conscientizar nossos parceiros quanto ao descarte do que seria lixo e sua reutilização nas salas.”


Além deste, outros projetos também são realizados voltados para a área da saúde, por exemplo, com participação de profissionais da psicologia, massagista e enfermagem. A coordenação já se prepara para fazer o arraial SEE Caipira, marcado para o próximo dia 7 de julho, na entrada da repartição.

Cruzeiro do Sul abre inscrições para o curso de Administração Pública

O Centro de Educação Permanente (Cedup) de Cruzeiro do Sul já iniciou o período de inscrições para o curso de Bacharelado em Administração Pública. A formação superior é oferecida pela Universidade Federal do Amazonas (Ufam), por meio da Universidade Aberta do Brasil no polo do Juruá.


As inscrições começaram na última quarta-feira, 14, e devem permanecer até às 22h59, horário do Acre, do próximo dia 29. Aos interessados, trata-se de uma oportunidade de fazer um curso superior gratuito em instituição pública de qualidade, certificada pelo Ministério da Educação.CZS


O Curso de Bacharelado em Administração tem como objetivo formar profissionais capacitados para exercer atividades nos vários campos organizacionais correlatas à área de administração, além de preparar profissionais comprometidos com o interesse público e privado capazes de contribuir com seus conhecimentos, capacidade e experiência na gestão de sistemas administrativos.


Para maiores informações basta acessar a página de inscrição pelo site: http://www.comvert.ufam.edu.br ou pelo telefone do Cedup: (68) 3322 – 7986. O órgão fica localizado na Rua Rui Barbosa, 525 – Centro.

Brechó de Leitura incentiva alunos a ler

Há seis anos a Escola de Ensino Fundamental Maria Angélica, no Segundo Distrito de Rio Branco, encontrou um jeito lúdico e eficaz de incentivar a leitura.


O projeto já faz parte do calendário da escola e promove um brechó todos os anos envolvendo alunos, pais e toda a comunidade escolar. Nesta semana foi realizada a 6ª edição do Brechó de Leitura.


Os livros são arrecadados por meio de doações e todo o valor angariado com a venda dos exemplares é revertido nas atividades do Dia das Crianças e também em pequenos investimentos para a escola. Josefa Oliveira, coordenadora da instituição, garante que o gosto pela leitura se concretiza com as atividades desempenhadas pelas crianças.brechó


“São aproximadamente 200 livros que recebemos anualmente para colocá-los à venda nesse dia. Todos os alunos participam diretamente do nosso evento e se empenham com os professores”, diz.


Além da venda dos livros, o evento é marcado por apresentações culturais. A dona de casa Maria de Fátima faz questão de prestigiar a filha Ingrid Oliveira, de 9 anos, em todas as atividades da escola, principalmente no Brechó de Leitura.


“Eu já participei das seis edições realizadas aqui na escola, pois antes dela já vinha com meu filho mais velho, que também estudava aqui. Faço o esforço de vir todos os anos porque sei que isso incentiva ainda mais a minha filha a estudar”, ressalta.


A pequena Ingrid, do 4º ano B, rapidamente juntou-se com as colegas no cantinho preparado para a apreciação dos livros. “Acho muito legal esse dia na escola, porque a gente pode assistir as peças de teatro dos nossos colegas e também ler os livros que a gente gosta”, detalha.


Para a professora Maria Mendes a preparação para o brechó não é fácil, mas vale à pena. “Todos os anos fazemos uma temática diferente. Este ano, por exemplo, na turma do 2º ano B trabalhamos as histórias de Monteiro Lobato. Rodas de conversa, filmes e livros foram nossos guias de preparação, que durou quase um mês”, conta.

Alunos da Ufam defendem TCC em municípios acreanos

3fba5837-0f59-4e6f-a507-4ebe0e76dc66

 

Estudantes do curso de Administração Pública, ofertado pela Universidade Federal do Amazonas (UFAM), por meio da Universidade Aberta do Brasil (UAB), dos municípios de Brasileia e Acrelândia,  fizeram a defesa do trabalho de conclusão de curso (TCC), nos Polos de Educação à Distância dos respectivos municípios.

 

Em Brasileia a defesa ocorreu nos dias 7 e 8 deste mês. A banca foi composta pela Coordenadora do Pólo da UAB, Maria Cecília Carvalho, a Coordenadora do Ensino Superior da Secretaria Estadual de Educação e Esporte, Érica Neves, e o Coordenador de Tutoria do Curso de Administração Pública da UFAM, Francisco Cunha. No município, 19 defesas foram realizadas.  

 

Em Acrelândia, as defesas foram realizadas nos dias 9 e 10.  O curso de Administração Pública é oferecido na modalidade à distância nos Polos da UAB, do Acre. Os órgãos contam com apoio e suporte da Secretaria Estadual de Educação e Esporte (SEE).

Inscrições para o prêmio Respostas para o Amanhã estão abertas

 

IMG000000000124226

Estão abertas as inscrições para o prêmio Respostas para o Amanhã. O prazo vai até 14 de agosto e deverão ocorrer somente pelo site www.respostasparaoamanha.com.br.

O Prêmio busca estimular e difundir projetos desenvolvidos por alunos do Ensino Médio da rede pública de ensino, sob coordenação de um professor das áreas das Ciências da Natureza e da Matemática.

A proposta pedagógica do Prêmio destaca a importância da temática da sustentabilidade na escola; o desenvolvimento da pesquisa no campo científico articulando os conteúdos curriculares com as questões cotidianas; o engajamento de turmas completas valorizando o trabalho colaborativo e em coautoria com toda a classe e a aproximação da escola com a comunidade.

Conforme a etapa de seleção, alunos, professores, diretores e escola são premiados. A cada edição o Prêmio Respostas para o Amanhã traz inovações, ampliando os benefícios para os participantes.

O Prêmio Respostas para o Amanhã é uma iniciativa da Samsung com coordenação geral do Cenpec - Centro de Estudos e Pesquisa em Educação, Cultura e Ação Comunitária, tem o apoio da UNESCO, Reduca, OEI, Consed e outras instituições comprometidas com a oferta uma educação de qualidade a todas as crianças, adolescentes e jovens brasileiros.

 

Educacenso e Prêmio de Gestão Escolar lançados em Cruzeiro do Sul

4-4

O governo do Estado do Acre , por meio da Secretaria de Educação e Esporte, realizou na manhã dessa terça-feira, 13, no auditório do Centro Estadual de Educação Permanente (Cedup), em Cruzeiro do Sul, o lançamento do Censo Escolar 2017 e da 16ª edição do Prêmio de Gestão Escolar (PGE).

O Censo é uma ferramenta indispensável para que os atores do cenário escolar possam compreender a situação educacional do país. É coordenado pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), órgão vinculado ao Ministério da Educação, e realizado em regime de colaboração entre as secretarias estaduais e municipais de educação, com a participação de todas as escolas públicas e privadas do país.

Segundo o secretário de Educação e Esporte, Marco Brandão, com o Censo Escolar é possível traçar todas as políticas públicas que atendam as escolas nas suas necessidades ou pelo menos em parte delas. “Cruzando esses com outros dados, por exemplo, do IBGE, conseguimos saber quem não está na escola e deveria estar, a distorção idade-série e também atingir nossos três focos: a universalização do acesso à escola, a permanência na escola e educação pública de qualidade”, afirmou.

O secretário disse também que o prêmio é uma valorização a cada dois anos dos gestores que conseguem ter excelência na gestão, obtendo resultados que culminem com a aprendizagem dos alunos.

Rose-Lebre-680x450

Rose Lebre, gestora da Escola Valério Caldas, que nos anos de 2013 e 2015 foi classificada em 6º lugar no Estado, falou sobre a expectativa do Prêmio Gestão Escolar de 2017. “Continuamos com o trabalho já iniciado, fazendo alguns ajustes e procurando melhorar o que já foi desenvolvido. O prêmio vem contribuir para que as escolas melhorem a qualidade de ensino”, ressaltou ela.

Qual o seu sonho? Pergunta Marco Brandão a alunos de ensino médio

DSC 0547-906x600

Qual o seu sonho e o que você está fazendo para realizá-lo? A indagação foi feita pelo secretário de Estado de Educação e Esporte, Marco Brandão, aos alunos das escolas Heloísa Mourão Marques (HMM) e José Ribamar Batista (EJORB) durante bate-papo realizado na segunda-feira, 12.

Durante a conversa, que durou aproximadamente duas horas, o chefe da pasta da educação chamou a atenção dos estudantes para o futuro e disse que o sucesso de cada um é resultado do esforço pessoal, que o Estado apoia, mas as conquistas serão sempre individuais.

DSC 0533-917x600

“Temos cerca de 180 mil estudantes, e nosso trabalho é no sentido de fazer com que cada um de vocês desenvolva seu potencial, tenha um sonho, acredite nele e lute para que ele se torne realidade. Porque as grandes conquistas são fruto da coragem de quem ousa encarar o mundo e superar as adversidades”, aconselha Brandão.

A estudante Lielly Leitão, da HMM, disse que o bate-papo a orientou e a entusiasmou a seguir seus planos. “Sonho em fazer psicologia ou odontologia, e depois dessa conversa tive ainda mais certeza de que não posso deixar ninguém decidir por mim, porque o desejo e a escolha sempre serão meus”, destacou.

Participaram da conversa aproximadamente 200 alunos de ensino médio das duas escolas. Ambas as instituições são do zoneamento da baixada de Rio Branco. A conversa foi realizada no auditório da SEE.

Quero Ler: a persistência pelo aprendizado que transforma vidas

GUR 7664

Aos 30 anos, Sandra Apurinã firma o giz nas mãos para, com orgulho, escrever seu nome na lousa de uma das salas de aula do programa Quero Ler. Um ato simples, mas que para a amazonense, natural de Pauini, é uma conquista.

Sandra conta que não estudou na infância porque perdeu a mãe ainda criança. O pai era alcoólatra. Com a vida familiar desestruturada, foi crescendo na casa de outras pessoas, auxiliando em serviços domésticos e longe da escola. “Saí de casa cedo para morar com meu ex-marido”, relembra a indígena.

Aos 14 anos, a indígena casou. “Ainda tentei estudar uns dias, mas meu ex-marido era muito ciumento, então parei”, explica a estudante.

Sandra fugiu do ex-marido e veio morar no Acre. “Meu ex-marido era ciumento demais e eu estava numa situação difícil. Meus filhos ficaram com os avós”, detalha.

Depois que se mudou para Porto Acre, a dona de casa decidiu voltar a estudar, mas confessa que mais uma vez deixou a escola. Dessa vez, o alcoolismo foi o que a distanciou da vida estudantil. “Eu bebia demais. Não deu certo também.”

A história de Sandra Apurinã tomou novos rumos quando ela se mudou para Rio Branco e conheceu a professora Creuza Crispim. “Vim trabalhar na casa de uma mulher e o filho da minha patroa conhecia a professora Creuza. Ele perguntou se eu queria estudar e eu disse que sim”, conta.

Mas a ex-doméstica admite que faltava muito às aulas e, mais uma vez, não aprendeu a ler e escrever.

GUR 7658-1

 

Escrevendo novos sonhos

 

Em 2016, enfim, tomou a decisão de priorizar sua alfabetização. “Eu pensei: Sou nova, tenho 30 anos e preciso aprender a ler e escrever”, ressalta a estudante.

Creuza Crispim, professora da rede de ensino do Estado, começou a dar aulas aos 14 anos, quando morava em Belém (PA). Depois, fez Magistério e ao concluir, seguiu para a formação em nível superior em Matemática. “Ela é uma professora muito boa. Dou graças a ela por estar aprendendo”, enaltece a estudante.

 

Sandra enfrenta uma luta diária para priorizar seu aprendizado. Casou-se novamente e teve mais duas filhas. As aulas de sua turma no Quero Ler iniciam por volta das 19h, mas antes ela precisa deixar a casa e o jantar da família pronto. Ela leva para aula a filha Adrielle, de 5 anos, enquanto a outra, Viviane, 3 anos, fica com o esposo, em casa.

“Estou vivendo o momento mais feliz da minha vida porque estou aprendendo. Já consigo assinar meu nome. Se eu for ao Terminal, sei que ônibus pegar. Dia desses, o pessoal [agentes de endemias] que faz a fiscalização da dengue foi lá em casa e, depois da visita, eles pedem para a gente assinar. Eu consegui assinar meu nome todo. Estou muito feliz mesmo. No último ano avancei mais. Tem palavras que eu já sei”, garante a dona de casa.

Aos 30 anos, Sandra revela que não pretende mais parar de estudar e nutre sonhos de um futuro melhor.

“Meu sonho é passar disso aqui e terminar. Eu falo para o meu marido que não vou mais parar. Ele diz que não vai cuidar de menino, mas eu digo ‘você vai cuidar’. Me arrumo e venho para a aula. Meu futuro é o estudo. É o que eu tenho. Antes, eu não pensava assim. O marido hoje está comigo, amanhã pode não está. Meu futuro é para os meus filhos e, mais na frente, espero arrumar um emprego”, anuncia a estudante.

“Estou vivendo o momento mais feliz da minha vida porque estou aprendendo. Já consigo assinar meu nome. Se eu for ao Terminal, sei que ônibus pegar. Dia desses, o pessoal [agentes de endemias] que faz a fiscalização da dengue foi lá em casa e, depois da visita, eles pedem para a gente assinar. Eu consegui assinar meu nome todo. Estou muito feliz mesmo. No último ano avancei mais. Tem palavras que eu já sei”, garante a dona de casa.

Aos 30 anos, Sandra revela que não pretende mais parar de estudar e nutre sonhos de um futuro melhor.

“Meu sonho é passar disso aqui e terminar. Eu falo para o meu marido que não vou mais parar. Ele diz que não vai cuidar de menino, mas eu digo ‘você vai cuidar’. Me arrumo e venho para a aula. Meu futuro é o estudo. É o que eu tenho. Antes, eu não pensava assim. O marido hoje está comigo, amanhã pode não está. Meu futuro é para os meus filhos e, mais na frente, espero arrumar um emprego”, anuncia a estudante.

 Secom Acre GM1208160700 1

Força tarefa contra o analfabetismo

O programa Quero Ler, do governo do Acre, executado pela Secretaria de Estado de Educação e Esportes (SEE) iniciou sua segunda etapa em março deste ano com 8.008 alunos em sala de aula, de acordo com Evaldo Viana, secretário adjunto da Secretaria de Educação e coordenador do programa.

“Este mês vamos iniciar mais uma etapa do programa. A previsão inicial era de 12.700 alunos, mas nós já estamos com 14.705 alunos. Em setembro, começa outra etapa de 10.450 alunos. Em fevereiro de 2018, terá início à última fase, com 9.055 alunos”, anunciou o coordenador.

De acordo com Evaldo Viana, ainda serão incluídos também alunos de mais uma etapa do programa Brasil Alfabetizado, cerca de 8.500 alunos. “Para chegar aos 60 mil alfabetizados, meta estipulada pelo governador Tião Viana, ficam faltando mais 2.604 que serão alfabetizados pelos municípios”, completou o gestor.

O secretário adjunto observou que a expectativa do Estado era que se chegasse ao número máximo de 50 mil alunos alfabetizados, porém essa meta foi ultrapassada.

Tião Viana pontua que mesmo diante da crise financeira, o Acre tem investido mais de R$ 26 milhões na Educação pública visando à alfabetização de jovens e adultos.

“O programa Quero Ler é a maior força-tarefa que nós já assumimos como desafio para a educação no Estado. De todo o esforço, de toda grande transformação que a educação do Acre vem passando nos últimos 16 anos, nós temos agora força tarefa para zerar o analfabetismo no Acre”, enfatizou o governador.

A proposta do Quero Ler é dar às pessoas com idade a partir de 15 anos as condições de conhecer as letras, para que possam ler e não sejam analfabetos funcionais.

Tião Viana frisa que isso permite que os alfabetizados possam acreditar mais em si, aumentando a autoconfiança, melhorando suas oportunidades para pensar em trabalho, renda, qualidade de vida e entender melhor os desafios dos tempos atuais.

“Estamos indo aos lugares mais distantes do Acre em busca das pessoas que queiram estudar, das florestas em Marechal Thaumaturgo até às comunidades em Tarauacá, Assis Brasil, nas aldeias indígenas, na Cidade do Povo e em Rio Branco”, pontuou Tião.

GUR 9068

A determinação de quem decidiu vencer o tempo

O governador enaltece o trabalho dos educadores e a força de vontade e confiança dos alunos que se dispõem a sair de suas casas todas as noites para participar das aulas. “A leitura é algo revolucionário na vida das pessoas. Obrigado aos mais de 14 mil alunos do Quero Ler e aos mais de mil professores que nos ajudam a vencer esse desafio”, agradeceu.

A mesma gratidão que Tião Viana expressa pelos educadores, o pedreiro Adair do Nascimento, 53 anos, também revela ter pela professora Maria do Socorro.

Adair já está alfabetizado, mas antes de chegar ao mundo das letras e números passou por situações que o constrangeram por não saber ler e escrever. Dentre tantas, uma foi determinante para que ele tomasse a decisão de buscar a alfabetização.

Ele conta que um dia precisou participar de uma audiência no Fórum da capital. Na ocasião, precisou utilizar o elevador, mas como não lia, contou com auxilio de uma mulher que estava no local.

“Eu entrei com ela no elevador e quando ela desceu, sai seguindo-a pelo corredor. Numa certa altura, ela me parou, me olhou e pediu minha identidade”, relata o pedreiro.

Ao olhar o documento de identificação, a mulher notou que Adair do Nascimento não era alfabetizado.

“Ela virou para mim e disse: ‘O senhor estava entrando no banheiro feminino junto comigo. Mas pelo que vi o senhor não sabia disso. Não sabe ler o que está escrito nessa porta’. A mulher era juíza. Poderia ter me prendido. Ela foi educada e me levou até a sala da audiência. Nunca senti tanta vergonha. Daquele dia em diante, resolvi que ia estudar”, expôs Adair do Nascimento.

Promessa feita, promessa cumprida. Adair matriculou-se na escola e começou a estudar. Hoje ele é o aluno com mais frequências nas aulas de uma das turmas de Educação de Jovens e Adultos (EJA), na Escola Professora Raimunda Para, na Cidade do Povo.

“Venho para a aula mesmo com febre, doente. Sei que se eu perder qualquer aula, vou sentir falta no outro dia. Já sei ler, troquei minha carteira de identidade por uma que tem meu nome assinado e sei fazer contas”, indica Adair mostrando seu caderno com cálculos de soma e subtração.

A professora do pedreiro atesta: “Se olhar a caderneta, ele tem todas as presenças. Nem mesmo o cansaço do dia de trabalho vence a vontade dele. Para um professor isso é gratificante de ver. Já o vi aqui com febre, cansado, mas ele estava focado na aula para sempre aprender mais”, conclui a professora Maria do Socorro.

GUR 9089

 

 

Quinta edição do Festival de Coral Estudantil será lançada segunda-feira

3coral3-977x600

O governo do Estado, por meio da Polícia Militar do Acre (PMAC) e da Secretaria de Estado de Educação e Esporte (SEE), lança na segunda-feira, 12, a 5ª edição do Festival de Coral Estudantil.

O evento será realizado no auditório da SEE, às 9 horas. Participarão da abertura estudantes e autoridades locais. A solenidade contará ainda com a participação do Coral da escola Argentina Pereira, do município de Capixaba, e da Banda Mirim da Polícia Militar de Rio Branco.

O Festival

 

O Festival é uma ação da PMAC em parceria com a SEE, por meio do Projeto De Mãos Dadas com a Escola, que realiza ações em busca de fomentar a cultura de paz, oportunizando a melhoria do desempenho escolar, distanciando os jovens das ações e do uso de ilícitos.

Os corais são formados por alunos da rede pública estadual de ensino médio. A Polícia Militar instrui e realiza o acompanhamento dos corais desde a seleção dos alunos.

Dentre vários objetivos o festival visa descobrir alunos-talentos que sonham seguir profissão na área musical. Busca ainda capacitar alunos para serem multiplicadores por meio da formação de outros corais em suas escolas.

Além disso, procura desenvolver habilidades, valores e atitudes nos alunos para que se tornem cidadãos críticos, conscientes de seus direitos e deveres na sociedade. 

5ª edição

 

Para esta edição, estão inscritos 20 corais das escolas dos municípios de Rio Branco, Bujari, Capixaba, Plácido de Castro e Senador Guiomard. A final está prevista para o mês de setembro.

As cinco escolas classificadas para a final participarão dos concertos natalinos no Palácio do Governo e no Via Verde Shopping em dezembro deste ano. 

Premiação

 

Os vencedores receberão premiações em dinheiro, medalhas e troféus. Na competição serão avaliados os desempenhos musicais e cênicos, assim como o uso da criatividade.

Governo cria a Escola de Gestores Escolares do Acre

DSC 0344

Com visão estratégica voltada para o futuro, a Secretaria de Estado de Educação e Esporte (SEE), instituiu a Escola de Gestores Escolares do Estado do Acre. O ato que representa um marco para a educação acreana foi realizado na tarde da última sexta-feira, 12, em Rio Branco.

A coordenação que agora integra a estrutura da pasta da educação tem como prioridade ofertar a formação continuada, em serviço, para os profissionais das áreas administrativas e de gestão, de toda a rede pública do Estado.

Sob o comando da Diretoria de Gestão Estratégica e Relações Institucionais, atenderá prioritariamente titulares da direção, servidores da secretaria escolar, das coordenações de ensino, gestão e administrativa, totalizando 252 profissionais de cada segmento.

Durante o lançamento da Escola de Gestores, o secretário da SEE, Marco Brandão, destacou a importância dela no processo de formação dos profissionais e disse que a educação precisa romper as barreiras do tempo e do espaço e se adequar as necessidades exigidas pela geração do século 21.

Lembrou ainda que os cursos serão ofertados na modalidade a distância, que consiste na utilização dos meios tecnológicos como ferramentas no processo de ensino aprendizagem.

“Estamos anunciando para vocês um desafio, que também é nosso. Muito mais do que um curso, entendam isso como um desafio de vida, entendam como um desafio necessário, para que vocês sejam, de fato, os diretores e servidores que as nossas escolas precisam, para que assim possam fazer mais e melhor o que vocês já fazem muito bem. Vamos a luta!”, enfatizou Brandão.

O deputado estadual Daniel Zen, também participou do evento e ressaltou o papel do servidor público no desenvolvimento da educação básica. “A Escola de Gestores vem para aprimorar e desenvolver nos profissionais, as competências e habilidades de gestão e liderança, que são essenciais nos processos educacionais de transformações sociais dos nossos estabelecimentos de ensinos”, destaca.

Léo de Brito, deputado federal que também prestigiou o evento, disse que a educação do Acre já é uma escola de gestores. “A experiência do Acre já é uma experiência de escola de gestores escolares, nós estamos aqui apenas institucionalizando isso. Por que do ponto de vista normativo, o processo de formação continuada é fundamental, já que a gestão está em permanente mudança, e os gestores precisam estar preparados para os novos desafios”, ressaltou o parlamentar.

A Escola

 

A escola ofertará cursos de formação e certificação na modalidade à distância, por meio da plataforma ead.see.ac.gov.br. Sua criação atende as metas 2 e 3 do Plano Estadual de Educação e a Lei 3.141/16, que regula a necessidade de oferta do curso de certificação para os interessados em concorrerem à função de diretor escolar, com exames de certificação, para um mandato de quatro anos.

Da capital ao interior

 

A princípio, a Escola de Gestores contará com polos de referência em Rio Branco, Cruzeiro do Sul, Acrelândia, Tarauacá, Feijó, Sena Madureira, Brasileia e Xapuri. A atuação se dará por meio da parceria com os Centros de Educação Profissional do Estado (CEDUP), que já atuam nas respectivas cidades.

“A nossa equipe [da Escola de Gestores] está há quase três anos trabalhando, aprendendo, buscando os melhores mecanismos, com experiências de outros locais, para trazer para os servidores acreanos essa plataforma, que vai ajudar a se qualificarem melhor para os cargos que exercem. Ela não é uma obra acabada, por que vai ser refeita rotineiramente, para que possa responder com eficácia as demandas das instituições da nossa região”, disse Weyder Oliveira, coordenador do programa.

Governo começa a pagar bolsas a servidores que atuam no ensino integral

escola tempo integral 06 04 2017 angela peres-5

Ao longo dos últimos seis anos, o governo do Acre vem investindo fortemente na educação pública acreana. A implantação do ensino integral no Estado compõe o rol de programas e atividades que consolidam essa nova fase, que oferece oportunidades diferenciadas de formação e ensino para estudantes de todo o estado.

Até 402 servidores da Secretaria de Estado de Educação e Esporte (SEE) atuam no programa como coordenadores de ensino, secretários escolares, equipe de apoio e professores. Todos eles receberão do governo gratificações mensais que fazem parte do recurso de R$ 2 milhões destinado ao programa.

O Projeto de Lei que concede as bolsas remuneratórias para os educadores que atuam nas sete escolas do ensino integral de Rio Branco foi aprovado pela Assembleia Legislativa do Estado do Acre (Aleac) na última terça-feira, 6. Cada professor terá incorporada ao seu salário a gratificação correspondente a R$ 800.

Outros 157 servidores de apoio e sete secretários escolares vão receber mensalmente R$ 400 cada. Sete auxiliares de coordenador-geral e sete coordenadores administrativos passam a receber R$ 800 de bolsa, assim como também são sete os coordenadores de ensino, que terão R$ 1 mil acrescidos a seus vencimentos, quanto os diretores de escolas recebem R$ 1,6 mil.

De acordo com a SEE, o pagamento será efetuado já neste mês de junho, com retroativo a abril, maio e junho.

O líder do governo na Casa Legislativa, deputado estadual Daniel Zen, foi o autor do anteprojeto da Lei de Bolsas para gratificações de profissionais não só do ensino integral, mas também das áreas de cultura e esporte.

“Esse PL contempla três ações diferentes, que são as bolsas para servidores e professores não docentes das escolas de tempo integral, profissionais e acadêmicos da área esportiva que se dedicam a dinamizar equipamentos esportivos comunitários. E também aos acadêmicos de áreas afins relacionadas  a cultura, que possam colaborar na dinamização de equipamentos de espaços culturais”, explicou Zen.

 

Educação abre a 15ª edição do Campeonato de Bandas e Fanfarras

Fotos-Mardilson-Gomes-19-1

A Escola Berta Vieira, no bairro São Francisco, em Rio Branco, foi o palco de abertura da 15ª edição do Campeonato Estadual de Bandas e Fanfarras. O evento reuniu estudantes e representantes da Secretaria de Estado de Educação e Esporte (SEE).

Durante o  lançamento, três bandas se apresentaram e agitaram as arquibancadas. A anfitriã fez o pré-show e em seguida a banda de percussão da Escola Luiz Gonzaga, da Vila Campinas, apresentou um número artístico.

Para encerrar as apresentações, a banda de percussão rítmica coreógrafa da Escola Santa Lúcia III, de Acrelândia, fez também uma performance musical.

Na solenidade o secretário de Educação e Esporte, Marco Brandão, declarou iniciados os trabalhos e falou da importância da atividade na formação psíquica e social dos estudantes.

“O campeonato é um elemento muito importante na formação dos nossos estudantes, porque as intervenções artísticas contribuem para o equilíbrio emocional das pessoas e trazem para a escola, além da formação científica, pois desperta nos alunos a capacidade de conviver, de interagir, de trabalhar em equipe, além da capacidade de liderança”, destacou Brandão.

O campeonato

 

A competição ainda não tem data definida, mas a previsão é que seja realizada entre os meses de setembro e outubro.

Entre outras coisas, o campeonato busca estimular a criação de bandas e fanfarras em todo o estado e ainda desenvolver habilidades, valores e atitudes nos componentes, para que sejam atuantes nas transformações sociais e exerçam o seu papel de cidadãos críticos e participativos na sociedade.

Secretaria de Educação e PMAC lançam 5ª edição do Festival de Corais

DSC 0415

Foi lançado nesta segunda-feira, no auditório da Secretaria de Estado de Educação e Esporte (SEE), a 5ª edição do Festival de Corais, realizado em parceria com a Policia Militar do Acre (PMAC) por meio do Projeto Mãos Dadas com a Escola. A solenidade contou com a presença do subsecretário Evaldo Viana e de representantes da PM.

O projeto tem como finalidade levar uma cultura de paz às escolas, oportunizando aos estudantes um melhor desempenho escolar, distanciando o jovem das práticas ilícitas, ao mesmo tempo em que se incentiva a descoberta de novos talentos musicais.

Ao todo participarão do festival vinte corais, todos coordenados e acompanhados pela banda da PM. Ao final do evento, haverá premiação para as equipes vencedoras. Entre as escolas que participarão estão a Heloísa Mourão Marques (HMM), Cerb, Henrique Lima, Lourival Pinho e Argentina Pereira, esta de Capixaba.

Além da cultura de paz, o festival também ajuda a desenvolver habilidades, valores e atitudes para que os alunos possam se tornar cidadãos críticos, conscientes dos seus deveres e direitos e participantes das transformações sociais,  contribuindo para redução da violência em sua comunidade.

Além de Rio Branco e Capixaba, escolas do Bujari, Plácido de Castro e Senador Guiomard também participam das atividades. A final acontece em setembro e as cinco escolas classificadas farão parte dos concertos natalinos no Palácio do Governo e também no Via Verde Shopping.

“O festival é mais uma ação do Programa Mãos Dadas, que visa trabalhar uma cultura de paz e, através dele, temos descoberto muitos talentos, levando muitos desses jovens e adolescentes a participar de bandas e de grupos musicais”, afirma o subsecretário Evaldo Viana.

Secretaria de Educação e parceiros realizam I Ciclo de Avaliação das Escolas de Tempo Integral

DSC 0511

A equipe da Secretaria de Educação e Esporte (SEE), coordenada pelo secretário Marco Brandão, juntamente com representantes do Instituto de Corresponsabilidade Pela Educação (ICE) e Instituto Natura, realizaram o primeiro ciclo de avaliação de funcionamento das Escolas de Tempo Integral (ETIs).

Os representantes percorreram as sete escolas de ensino em tempo integral e, no encontro, destacaram os pontos positivos e alguns pontos que necessitam de atenção para serem eventualmente corrigidos ainda ao longo do ano letivo.

Na reunião ficou destacada a excelência das gestões das escolas, mesmo sendo o primeiro ano de implantação das ETIs, a boa estrutura física das escolas, que contam inclusive com quadras para atividades físicas dos alunos, os planos de ação elaborados, além da organização e acolhimento dos estudantes.

Dentro da avaliação realizada neste primeiro ciclo, foi tomada como base a corresponsabilidade de pais e responsáveis, onde, nos encontros, a participação da comunidade tem sido superior a 50%, o que é substancial considerando se tratar de ensino médio.

Um ponto destacado pelo secretário Marco Brandão foi em relação ao estudo de línguas estrangeiras, onde a meta das ETIs, dentro dos planos de ação, é fazer com que o aluno conclua o terceiro ano com, pelo menos, proeficiência intermediária em inglês e espanhol.

Também foram realizadas algumas recomendações pela equipe de avaliação, como a necessidade de encaminhamento das demandas, a urgência na organização semanal, além da apropriação do modelo de gestão para utilização de indicadores no apoio às decisões estratégicas.

As escolas onde foi implementado o modelo de tempo integral são a Sebastião Pedrosa, no Segundo Distrito, Lourenço Filho (IELF), Glória Perez, Armando Nogueira, Humberto Soares, Ejorb e Boa União (as duas últimas na região da Baixada da Sobral).

Escola de Gestores Escolares do Acre será lançada nesta sexta-feira

card escola de gestores

O governo do Estado, por meio da Secretaria de Educação e Esporte (SEE), lança nesta sexta-feira, 9, a Escola de Gestores Escolares do Estado do Acre.  O ato será realizado no auditório da SEE, às 14h30.

O órgão será parte integrante da estrutura da SEE, cuja prioridade é a formação continuada para os profissionais da educação. Responderá pelo órgão a diretoria de Gestão Estratégica e Relações Institucionais.

A escola ofertará cursos de formação e certificação na modalidade à distância para os profissionais que trabalham nas áreas administrativas e de gestão das escolas públicas do Estado. A plataforma do sistema pode ser acessada no endereço http://ead.see.ac.gov.br/.

Público-alvo

 

O público prioritário da coordenação serão titulares da direção, servidores da secretaria escolar, da coordenação de ensino e da coordenação administrativa, de toda a rede estadual acreana.

A criação da pasta atende as metas 2 e 3 do Plano Estadual de Educação e a Lei 3.141/16, que regula a necessidade de oferta do curso de certificação para os interessados em concorrerem à função de diretor escolar, com exames de certificação, para um mandato de quatro anos.

Abrangência

 

Depois de instituída, a escola contará com pólos de referência em Rio Branco, Cruzeiro do Sul, Acrelândia, Tarauacá, Feijó, Sena Madureira, Brasileia e Xapuri.

A atuação se dará por meio da parceria com os Centros de Educação Profissional do Estado (CEDUP), que já atuam nas respectivas cidades.

Festival Estudantil da Canção já tem mais de 400 inscrições

DSC 0351

A edição 2017 do Festival Estudantil da Canção (FEC) já teve mais de 400 estudantes inscritos. Segundo balanço parcial das comissões estadual e municipal, até as 14 horas, desta quarta-feira, 466 inscrições já haviam sido registradas.

“Faltam três dias para encerrar as inscrições e só em Rio Branco já passa de duzentas inscrições”, informou a secretária da Juventude da capital, Temyllis Silva.

O prazo para os interessados se inscreverem é até sexta-feira, 9. Podem participar estudantes das redes pública e privada dos 22 municípios acreanos.

Inscrições

 

As inscrições, tanto na capital como no interior, podem ser feitas nas escolas que aderiram à competição. Todas as instituições estão citadas no anexo do edital do concurso.

Os alunos da rede privada de ensino podem se inscrever em qualquer uma das escolas públicas participantes. Para aderir ao festival o candidato precisa apresentar a ficha de inscrição devidamente preenchida e assinada.

Os concorrentes podem ser inscrever na categoria autoral ou interprete. Quem for concorrer na modalidade música autoral, precisa apresentar três cópias impressas da letra da música inscrita juntamente com o termo de responsabilidade.

Seletivas

 

As seletivas serão realizadas em todos os municípios onde houver inscritos. Os selecionados na etapa municipal participarão da final que será realizada no mês de agosto em Rio Branco.

 MG 0940

FEC

 

O festival é o maior movimento cultural estudantil do Acre. Ele tem se consolidado no calendário acadêmico da região e revelado novos talentos em diferentes categorias artísticas.

A festa é uma realização do governo do Estado, por meio da Secretaria Estadual de Educação e Esporte (SEE) e da prefeitura de Rio Branco, por meio da Fundação de Cultura e Comunicação Elias Mansour (FEM), e da Assessoria de Juventude (Assejuv).

Edição 2017 do Campeonato de Bandas e Fanfarras será lançada no Acre

Fotos Mardilson Gomes 3

A Secretaria de Estado de Educação e Esporte (SEE), lança nesta quinta-feira, 8, a 15ª edição do campeonato estadual de Bandas e Fanfarras. O evento será realizado na Escola Estadual Berta Vieira, às 8h30.

A instituição fica localizada no bairro São Francisco, em Rio Branco. Durante o lançamento será divulgado o calendário da competição e também liberado o recurso financeiro para as bandas.

O campeonato

 

O campeonato busca estimular a criação de bandas e fanfarras em todo o estado, promover o intercâmbio entre os integrantes das corporações musicais,  bem como incentivar o civismo.

Visa ainda desenvolver habilidades, valores e atitudes nos componentes, para que sejam atuantes nas transformações sociais e exerçam o seu papel de cidadãos críticos e participativos. 

Recursos

 

Para esta edição, a expectativa é que cerca de 20 bandas participem da competição. Até o momento 19 grupos já estão habilitados para concorrer, e cada um deles receberá R$ 6 mil para custear as despesas de preparação.

Além disso, os vencedores das quatro categorias receberão premiações em dinheiro, medalhas e troféus. As categorias da competição são: Banda de percussão, percussão melódica, marcial e percussão rítmica coreografada.

Governo inicia este mês pagamento de bolsa aos servidores de escolas de ensino integral

40

A Assembleia Legislativa do Estado do Acre aprovou nesta terça-feira, 6, o projeto de lei do Executivo que concede bolsas remuneratórias para os educadores que atuam nas sete escolas do ensino integral em Rio Branco.

O PL 52/2017 foi aprovado pelos 16 deputados presentes à sessão e vai beneficiar ao menos 402 servidores da Secretaria de Estado de Educação e Esporte (SEE).

O maior número de beneficiários é de professores – 203 no total -, que terão R$ 800 incorporados aos salários. Outros 157 servidores de apoio e sete secretários escolares vão receber mensalmente R$ 400 cada um. Ao todo, o Estado investirá mais de R$ 2 milhões por ano com as gratificações.

Sete auxiliares de coordenador geral e sete coordenadores administrativos passam a receber R$ 800 de bolsa, assim como também são sete os coordenadores de ensino, que terão R$ 1 mil acrescidos a seus vencimentos. Já os diretores de escolas recebem R$ 1,6 mil.

De acordo com a SEE, o pagamento já cai na folha deste mês de junho e será retroativo a abril, maio e junho.

Daniel-Zen-Agência-Aleac-900x600

Para o deputado Daniel Zen, a escola de ensino integral é um mecanismo eficiente para a redução do risco de adolescentes serem aliciados pelo tráfico de drogas.

“Infelizmente, nossos garotos estão muito suscetíveis às facilidades ilusórias das drogas. A escola de tempo integral é para isso, para ministrar os conteúdos que a escola tradicional não dá e retirar esses estudantes da possibilidade do aliciamento”, afirmou o parlamentar.

Zen foi o primeiro a defender programas institucionais de bolsas para gratificações de profissionais, não só do ensino integral quanto da educação básica e as demais modalidades de ensino.

Mais artigos...

  1. Projeto Literamundo: Tecendo Letras é lançado em Rio Branco
  2. Marco Brandão e Evaldo Viana lançam Prêmio de Gestão Escolar e Educacenso para os municípios de Feijó, Tarauacá e Jordão
  3. Curso de atualização da consejeria da embaixada da Espanha no Brasil para Professores de Espanhol
  4. Secretário Marco Brandão lança Censo Escolar e Prêmio de Gestão, edições de 2017, nos municípios do Alto Acre
  5. Edital de Prorrogação do Festival Estudantil da Canção
  6. Secretário Marco Brandão dialoga com gestores e coordenadores do Ensino Fundamental I
  7. Aprovados na SEE têm de 19 a 20 de junho para apresentar documentos
  8. Secretário Marco Brandão lança Censo Escolar de 2017
  9. Ciência Itinerante no Alto Acre reúne mais de três mil pessoas
  10. Secretaria de Educação realiza formação para coordenadores das escolas urbanas e rurais de Rio Branco
  11. Secretário de Educação reafirma compromisso com a qualidade do ensino no Alto Acre
  12. Planetário impressiona crianças de escola da zona rural de Brasileia
  13. Estudantes de Assis Brasil participam pela primeira vez da Viver Ciência
  14. Secretário e Subsecretário de Educação são homenageados durante as comemorações dos 101 anos da PM
  15. Pluviômetros manuais estão em exposição na Viver Ciência Itinerante
  16. Brasileia sai na frente ao inaugurar mostra itinerante da Viver Ciência
  17. Primeira edição do Viver Ciência Itinerante será realizada em Brasileia
  18. Alunos iniciam tratamento ortodôntico pelo Programa Saúde na Escola
  19. Programa de Climatização das Escolas é lançado no Acre
  20. Centro de Estudo de Línguas realiza a formatura de mais 529 alunos
  21. Universidade Aberta do Brasil oferta 200 vagas para curso à distância em licenciatura em Matemática
  22. Governo do Acre vence desafios e leva Educação de qualidade às escolas de difícil acesso
  23. Governo investe R$ 16 milhões em climatização de escolas no Acre
  24. Inscrições para o Enem terminam nesta sexta-feira
  25. Lei de Incentivo 2017
  26. Equipes gestoras das Escolas de Tempo Integral participam de formação sobre Lideranças Servidoras
  27. Primeira Edição da Mostra Viver Ciência Itinerante acontece no município de Brasileia
  28. Edição 2017 do Festival Estudantil da Canção acontecerá nos 22 municípios acreanos
  29. Coordenadora de Letras da UnB visita polos de educação no Acre
  30. Festival Estudantil da Canção começa nesta segunda
  31. Secretaria de Educação realiza visitas às escolas de ensino médio para divulgar calendário do Programa Parlamento Jovem Brasileiro
  32. Programa Quero Ler ajuda pessoas a enfrentar dificuldades e a superar desafios
  33. Programa Jovem Aprendiz vai formar 100 novos estudantes até outubro
  34. Educação e AJAL trabalham para criar clubes de literatura no Acre
  35. SEE explica as principais mudanças do Enem
  36. Planetário e exposição Paisagem Cósmicas continuam abertos a visitação
  37. "Quero Ler mudou a minha vida", diz professor durante aula inaugural da segunda fase do Programa, no auditório da SEE
  38. Aula Inaugural da 2ª etapa do Quero Ler será segunda-feira
  39. Edital para contratação de educadores e coordenadores do Quero Ler
  40. Abertas inscrições para bolsas de educadores e coordenadores do Quero Ler

Conta