SECRETARIA DE ESTADO DE EDUCAÇÃO E ESPORTE DO ACRE 

notícias

da

educação

Paratleta acreano vai representar o Brasil no Mundial de Jovens na Suíça

19642332 1707691662860882 6148454450585476065 n

O acreano Lucas Damasceno foi um dos convocados pelo Comitê Paralímpico Brasileiro (CPB) para compor a seleção que vai representar o Brasil no Mundial de Jovens de Atletismo Paralímpico 2017, em Nottwil, na Suíça.

O paratleta é um dos dez brasileiros que vão compor a Seleção Brasileira de Atletismo para Jovens que disputa o campeonato, de 3 a 6 de agosto deste ano. Damasceno tem 18 anos e vai concorrer na modalidade de atletismo.

Entusiasmado, ele conta que está lisonjeado com a convocação e espera conseguir um bom resultado. “Recebi com muita emoção! Espero trazer a medalha e representar bem meu estado e meu país. Vou tentar baixar o recorde e ficar cada vez mais em uma posição melhor”, diz.

Seleção

 

A seleção é feita com base na classificação dos rendimentos dos atletas em competições nacionais, de acordo com a classe funcional de cada um, ou seja, nível de deficiência do atleta. A categoria de Lucas é T35, que é para atletas com paralisia cerebral.

O acreano foi escolhido porque o índice dele ficou entre os 10 melhores do país. Atualmente o jovem tem a marca de 14,36 segundos nos 100 metros e em sua classe funcional é o segundo com a melhor pontuação no país. No quesito faixa etária (15 a 20 anos), ele é o primeiro do Brasil.

O treinador do acreano é o professor de educação física, do Centro de Atendimento Especializado Dom Bosco, Clodoaldo Melo. Satisfeito com o resultado ele explica o que significa para o esporte a conquista do aprendiz, “A partir dessa convocação o Lucas deixa de representar o Acre e passa a representar o Brasil”, ressaltou.

Preparação

 

Damasceno treina de segunda a sexta-feira, de duas a três horas por dia na pista e também na academia. A professora Rakel Thompson, é outra que auxilia Lucas e mais 15 alunos do Dom Bosco com necessidades especiais. De acordo com a docente a conquista do acreano é uma vitória pessoal do estudante, mas reflete também o esforço de uma grande equipe.

“No Dom Bosco tem um grupo de profissionais especializados, que trabalham para que essas crianças sejam atendidas e tenham acesso a serviços que ajudam a melhorar sua qualidade de vida e  o esporte é uma dessas atividades, que ajudam na reabilitação, mas também na  socialização desses estudantes. além disso proporciona conquistas como essas”, diz.

Dom Bosco

O Dom Bosco é um órgão do Ensino Especial da Secretaria de Estado de Educação e Esporte (SEE) que atende estudantes acreanos com necessidades visuais, intelectuais, psicológicas e físicas.

  • Nota de Falecimento

    19 Out 2017 05:05 - Comunicação SEE

    Nota de pesar

    É com doloroso pesar que a Secretaria de Estado de Educação e Esporte (SEE) comun [ ... ]

Conta