SECRETARIA DE ESTADO DE EDUCAÇÃO E ESPORTE DO ACRE 

notícias

da

educação

Programa Jovens Embaixadores muda a vida de alunos acreanos

 


“Participar do programa Jovens Embaixadores é um divisor de águas na vida dos estudantes”. Assim a atual jovem embaixadora do estado, Sara Evellyn, de 17 anos, classifica o projeto que, há 11 anos, envia um representante do Acre aos Estados Unidos para intercâmbio de três semanas.


Com o lançamento da 11ª edição do programa, ocorrido esta semana no auditório da Escola Estadual José Ribamar Batista (Ejorb), alunos do ensino médio da rede pública do Estado ganham uma nova oportunidade de expandir os horizontes do conhecimento.embaixadores

Sara, estudante do ensino médio da Escola Estadual José Rodrigues Leite, viajou em janeiro deste ano como jovem embaixadora e conheceu as cidades Portland e Oregon – Estados Unidos, assim como instituições renomadas: National Museum of Natural History, United States Department of State e Lincoln Memorial.


A caminhada para se tornar representante do Acre no exterior não é fácil, e não foi para Sara. Ela tentou em 2015 e não conseguiu, mesmo assim não desistiu e tentou novamente em 2016. “No primeiro ano eu não fui muito longe nas seletivas, mas no ano seguinte percebi que era necessário estudar mais o meu inglês e redação, e assim deu certo, finalmente fui escolhida”, garante.


Agora ela já sonha em morar fora do Brasil, conhecer novas culturas e línguas e melhor ainda, sem dia para retornar para casa.


Feedback

Não demorou muito após o lançamento do programa e dezenas de alunos do primeiro ano da Ejorb procuraram a coordenação do programa para tirar dúvidas e saber como se tornar o novo embaixador jovem do Acre.


A diretora de Inovação da SEE, Cleide Prudêncio, tratou o assunto com os alunos e afirmou que esta é uma chance que os estudantes das escolas públicas têm para conhecer cidades americanas e vivenciar novas experiências a custo zero.


Para Diana Ketlen, que coordena o programa no estado, uma boa preparação nos estudos é fundamental e garante aos alunos interessados em participar um melhor resultado. Diana Ketlen já foi jovem embaixadora em 2009, pela escola Ejorb, formou-se em Inglês e hoje ministra aulas no Centro de Estudo de Línguas (CEL). “Participar dessa ação dá uma nova visão de mundo. Para mim mudou completamente a minha maneira de pensar no futuro”, declara.


Como ser um Jovem Embaixador?

Todo ano há uma nova oportunidade de mudar o rumo na vida dos alunos. Basta acessar a página do Facebook do programa e realizar um cadastro. E para obter sucesso no processo de seleção o aluno precisa:


Estar cursando o ensino médio;
Ter entre 15 e 18 anos;
Fluência em inglês (oral e escrita)
Estar engajado em trabalho voluntário (mínimo 12 meses)

  • Nota de Falecimento

    19 Out 2017 05:05 - Comunicação SEE

    Nota de pesar

    É com doloroso pesar que a Secretaria de Estado de Educação e Esporte (SEE) comun [ ... ]

Conta