SECRETARIA DE ESTADO DE EDUCAÇÃO E ESPORTE DO ACRE 

notícias

da

educação

50 anos de Tropicália: alunos da Ejorb homenageiam movimento brasileiro com arte e festa

 

Para comemorar os 50 anos do movimento “Tropicália” no Brasil, alunos dos 3° anos da Escola José Ribamar Batista (Ejorb) homenagearam no último sábado, 5, o período marcante com apresentações musicais, exposições fotográficas e textuais e performances teatrais durante a manhã, nas salas de aula e no auditório da instituição.

O trabalho elaborado pelos estudantes contou com o apoio e orientação dos professores Bell Paixão e Daniel Albuquerque, ambos da disciplina de Artes. Para Bell, a participação dos alunos foi surpreendente. “Eles aderiram ao movimento muito mais do que eu esperava. Esse é o momento de eles aprenderem um pouco mais sobre a cultura brasileira e os artistas que fizeram história no nosso país”, conta.20638844 1435836253137131 6742788435332537997 n

Liberdade é a palavra que melhor expressa o movimento “Tropicália”, que mudou completamente a identidade do Brasil. Os alunos, que antes do evento não sabiam da existência desse movimento, agora sabem da importância dele. “Participar dessa festa fez com que a gente aprendesse o quanto nossos artistas trabalharam para mudar a situação do nosso país”, afirma Janaira Silva, aluna da escola.

A intenção é dar conhecimento ao grande público sobre a história por trás desse movimento, que mudou a identidade do Brasil e dos brasileiros por meio, principalmente, da música.

Tropicália Brasileira

O Tropicalismo foi um movimento de ruptura que sacudiu o ambiente da música popular e da cultura brasileira entre 1967 e 1968.  As ideias tropicalistas acabaram impulsionando a modernização não só da música, mas da própria cultura nacional.

Irreverente, a Tropicália transformou os critérios de gosto vigentes, não só quanto à música e à política, mas também à moral e ao comportamento, ao corpo, ao sexo e ao vestuário.

A escola foi palco da celebração da riqueza cultural e contribuição para a história da arte do Brasil da Tropicália. Além dos estudantes, amigos e familiares também prestigiaram o evento.

Conta